Notícias

“É preciso levar a excelência da sociedade para dentro do governo”, diz Mariani

“É preciso levar a excelência da sociedade para dentro do governo”, diz o pré-candidato ao governo, Mauro Mariani

O pré-candidato ao governo pelo MDB/SC, deputado Mauro Mariani, participou  de encontro em Indaial, Médio Vale, e voltou a defender a busca pela eficiência em todas as áreas da gestão pública.

O encontro de mobilização, promovido pelos pré-candidatos a deputado estadual e federal, Serginho dos Santos e Ericsson Luef, reuniu mais de 130 pessoas, na maioria líderes da região.

Ericsson Leuf, pré-candidato a deputado federal, e Mauro Mariani – fotos>divulgação

Em discurso, Mariani disse que é preciso ter coragem para enfrentar os novos desafios, enxugando a máquina para que o Estado possa dar resultados efetivos para a população. “O Estado não pode ter um fim em si mesmo. É preciso transferir a excelência da sociedade para dentro do governo, que, na maioria das vezes, só atrapalha”, disparou ele.

Mariani reforcou que está preparado para o desafio e que deseja ser governador para fazer um governo de enfrentamento. “Só aceito ser candidato se for para enfrentar os problemas e resolver. Não podemos mais jogar os problemas para debaixo do tapete. A população não aguenta mais isso”, frisou ele.

Mariani ressaltou ainda que o Estado precisa prestigiar quem produz. “Sou empresário e sei o que é empreender no país, comprar matéria-prima e pagar funcionários, enfrentar dificuldades. E o setor produtivo precisar valorizado, gente que produz, seja no campo, na cidade, na indústria, gente que acorda cedo e dorme tarde”.

Ericsson Luef também criticou a falta de eficiência do serviço público. “O Estado precisa prestar serviço para a população e não o contrário. Precisamos devolver o poder ao povo”.

O ex-prefeito Serginho apontou a duplicação e a conservação da BR-470 como a principal bandeira e  conclamou a população para fazer o movimento Vem pra Urna, “pois somente assim iremos mudar o cenário obscuro em que se encontra a política”.