DestaquesNotícias

MÁRCIO ZIMMERMANN É ELEITO PRESIDENTE E ASSUME, DE FATO, A ELETROSUL NA SEMANA QUE VEM

Assembleia virtual realizada hoje promoveu apenas uma alteração no Conselho de Administração da Eletrosul, a maior estatal do Sul do país. Saiu Eurides Mescolotto (PT) e entrou Márcio Zimmermann. O movimento foi necessário para sacramentar a mudança na presidência da empresa, que só pode ser comandada por membros do Conselho.
Zimermmann disse ao blog que deve assumir, de fato, na próxima semana e que foi exonerado hoje da Secretaria-Executiva do Ministério das Minas e Energia. Ele já responde pela presidência da empresa desde às 14:39, embora fisicamente não tenha tomado posse.

ZIMMERMANN ELETROSUL

DATA

Mescolotto já enviou breve comunicado interno aos servidores da Eletrosul, se despedindo da empresa. Ele deixa a companhia exatamente sete anos depois de sua posse. No mesmo dia, inclusive. “Eu deixo a Eletrosul, mas não deixo a luta por um mundo melhor, por justiça, por paz, por qualidade de vida, por igualdade,” diz um trecho da carta.

RETORNO DEPOIS DE 14 ANOS

Já Márcio Zimmermann volta ao Estado depois de 14 anos em Brasília, aonde chegou pelas mãos de Cláudio Ávila da Silva, que saiu da Eletrosul para assumir a Eletrobras em 2001. Antes, entre 1997 e 1999, o novo comandante da Eletrosul havia sido diretor da elétrica, da qual é funcionário de carreira desde 1980, na gestão do próprio Ávila da Silva.
“Não aguentava mais a vida de caixeiro viajante,” desabafou Zimmermann ao blog. Quando Dilma Rousseff assumiu o Ministério das Minas e Energia, em 2003, o catarinense foi escalado para diversas funções dentro da estrutura. Chegou a secretário-executivo e foi ministro no último ano do primeiro mandato de Lula da Silva. Desde o começo do primeiro mandato da presidente estava na Secretaria Executiva da pasta, cargo que ocupou no segundo mandato de Lula. A escolha da presidente Dilma repercutiu muito bem entre o corpo funcional da Eletrosul. Além de ser servidor de carreira, Zimmermann é um técnico renomado e muito respeitado pelo setor elétrico brasileiro. (Atualizada às 17:20).

Foto: divulgação