NotíciasÚltimas

Ribas Jr. volta ao TCE: agora como advogado

O registro fotográfico mostra o momento que tem conotação histórica. Pela primeira vez na história da instituição, um conselheiro aposentado do TCE-SC protocola uma petição para advogar no Tribunal de Contas onde trabalhou e foi presidente. Salmão Ribas Junior está solicitando, como advogado, a reapreciação das contas da prefeitura de Criciúma, exercício de 2016, último ano de  Márcio Búrigo como prefeito.

O protocolo gerou uma expectativa. Assistir à sustentação oral de Ribas Junior no plenário, levando-se em consideração a riquíssima história dele na corte de contas. Além, é claro, do vasto conhecimento jurídico. Importante frisar que o conselheiro aposentado cumpriu o período de quarentena antes de começar a atuar como causídico.

Salomão Ribas Junior - advogado
O advogado Salomão Ribas Junior está pedindo a reapreciação das contas municipais de Criciúma relativamente ao ano de 2016 – fotos>divulgação

PERFIL

* Dirigiu cinco secretarias de Estado, passou pela Consultoria Geral e também pela Codesc. Assessorou relatores na elaboração de duas constituições brasileiras. Foi conselheiro e presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina e, mesmo não exercendo a advocacia – sua formação, com doutorado na Universidade de Salamanca, Espanha -, sempre operou o Direito Constitucional e Administrativo. Multifacetado, aposentou-se, deixou a vida pública, mas continua na ativa. Homem das letras, Salomão Ribas Jr. traz na veia e no currículo o jornalismo (com forte atuação na Casa do Jornalista) e a literatura – são oito livros publicados. E, inquieto, aos 72 anos, volta à advocacia como sócio do escritório Menezes Niebuhr Advogados Associados.  

* Texto de Fernando Bond, jornalista especializado na cobertura econômica