Blog do Prisco
Destaques

A estreia de Moisés em Brasília

Eleito em 28 de outubro, com diplomação marcada para 18 de dezembro, o novo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, estreia em Brasília nesta quarta-feira, 14. Será sua primeira agenda fora do Estado depois da histórica vitória nas urnas.

Antes, ele faz uma pausa em São Paulo, onde tem compromisso reservado. Da Capital Paulista, o governador embarca para o Planalto Central acompanhado do presidente estadual do PSL, Lucas Esmeraldino.

Em Brasília, agenda lotada para Moisés. Ele participará de reunião com os governadores eleitos de outros Estados e Jair Bolsonaro. O catarinense tem a peculiaridade de ser correligionário do presidente eleito. Além dele, somente os futuros mandatários de Rondônia e Roraima são filiados ao PSL.

Circulando

Moisés também terá encontros com deputados eleitos por Santa Catarina, especialmente os do seu partido. O dia terminará em várias línguas. O governador eleito estará numa reunião com embaixadores que atuam em Brasília. Esta articulação foi promovida por Lucas Esmeraldino. Depois de um período inicial totalmente absorvido pela transição, o governador eleito começa, aos poucos, a circular!

O governador eleito passará a quarta-feira em Brasília – foto>divulgação

Pegou mal

Pegou muito mal no meio jurídico catarinense uma nota de campanha, ao que tudo indica gerada pelo grupo de oposição, de tom jocoso e agressivo, falando em “encomenda prévia de desembargadores”. A campanha da OAB pode ser feita de maneira aguerrida, mas jamais enxovalhar a credibilidade da própria instituição.

Aplausos

À iniciativa do deputado eleito Felipe Estevão. Ele proporá, logo no começo de fevereiro de 2019,  que a Assembleia Legislativa acabe com o recesso parlamentar de julho. Pela legislação atual, os deputados têm direito a 50 dias sem a necessidade de expediente na Casa Legislativa. Os trabalhadores comuns, regidos pela CLT, podem gozar, anualmente, de 30 dias de férias. É o tipo de privilégio que precisa acabar. Estevão demonstra que não só entendeu como está sintonizado com o recado das urnas.

FRASE

“Creio que os colegas deputados vão estar sensíveis a esta oportunidade. Será um projeto que beneficiará a Casa, a todos os parlamentares indistintamente, pois vem ao encontro do anseio do eleitorado. Privilégios como este não pertencem mais ao futuro da política catarinense e brasileira.” Deputado eleito Felipe Estevão.

Auxílio

O Tribunal de Contas de Santa Catarina vai elaborar um relatório para auxiliar o governador eleito Carlos Moisés na tomada de decisões. O estudo, focado tanto na análise da execução orçamentária do Executivo nos últimos anos quanto na estrutura patrimonial, foi sugerido ao futuro titular do Centro Administrativo, durante visita institucional ao TCE/SC. “Nosso objetivo é auxiliar na transparência dos números e na prestação de informações sobre o que já foi analisado”, ressaltou o presidente da Corte, conselheiro Dado Cherem.

Técnico

Apesar de ter sido chamado para socorrer o governo de Dilma Rousseff, que já fazia água, e não ter conseguido por ter sido absolutamente boicotado pelo PT, Joaquim Levy é um nome respeitadíssimo no mercado. Sua indicação, bancada por Paulo Guedes, o Posto Ipiranga de Jair Bolsonaro, mereceu aplausos de empresários e investidores. Ele vai presidir um BNDES fortalecido e terá desafios enormes pela frente, como os investimentos em infraestrutura, que patinaram na era PT, e a questão premente das dívidas estaduais.

 

Posts relacionados

Sopelsa pode sair do MDB pela via judicial

Redação

Filiação do 101° prefeito ao MDB-SC coroa roteiro de Maldaner pela Grande Florianópolis

Redação

Domingo é Dia Mundial do Coração

Redação