Blog do Prisco
Coluna do dia

Acuada, Dilma manda ministros saírem de Brasília

Acuada, Dilma manda ministros saírem de Brasília

Antes mesmo de estourar a 14ª etapa da Operação Lava Jato, Dilma Rousseff, que não tem o menor gosto pela política, mandou seus ministros saírem de Brasília e irem aos estados. A ideia é simples. Tentar mostrar serviço para reverter a imagem de que o país não só está parado como andando para trás. A presidente, avessa ao contato com o público e lideranças políticas, permanece encastelada no Planalto.

Seguindo as ordens da chefe, os titulares da esplanada botaram o pé na estrada. Nesta segunda-feira, Guilherme Afif Domingos, ministro da Micro e Pequena Empresa, aterrissa em Florianópolis. Vem falar sobre os “avanços” no Supersimples. Dois colegas dele, Carlos Gabbas (Previdência) e Antônio Carlos Rodrigues (Transportes) estiveram na Capital. O primeiro palestrou na abertura do 43˚ Congresso da Adjori (Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina). Plenamente justificada, portanto, a presença dele m Santa Catarina. Já os outros dois estão no melhor estilo “enxuga gelo.”

 

 

Balela

Rodrigues veio apresentar um tal de PIL, Plano de Investimentos em Logística. Balela. Até os cachorros da Praça XV sabem que o Estado necessita, urgentemente, há muitos anos, em termos de infraestrutura de transportes: duplicação das principais rodovias federais, ampliação do Aeroporto Hercílio Luz, melhorias nos terminais aéreos regionais e a construção de ferrovias. Os bichinhos da praça também sabem que isso tudo vai levar anos, muitos anos para sair dos discursos oficiais e virar realidade.

 

 

Supersimples

Afif também vem a SC para falar mais do mesmo. A ampliação do teto do Supersimples, uma luta antiga do meio empresarial brasileiro. Não por acaso, Lula da Silva declarou, sexta-feira, que a companheira Dilma (e seu governo por extensão) “estão no volume morto.” É muito anúncio, discurso, meta, mas na vida real o que aumenta mesmo são a inflação e os impostos.

 

 

Homem-bomba

O fim de semana foi de tensão extrema no Planalto. Não bastasse o ex-presidente Lula da Silva botar a boca no trombone, detonando o governo de sua criatura, Dilma Rousseff, a mídia nacional repercutiu a prisão de Marcelo Odebrecht. Ele e seu pai, Emílio, estariam dispostos a “derrubar” a República, detalhando o suposto envolvimento de Lula e Dilma no escândalo do petrolão.

 

 

Aniversário

No dia 25 de junho, o PSDB completa 27 anos de existência. Senador Dalírio Beber, um dos fundadores da legenda em Santa Catarina, adianta que a data será muito comemorada pelo tucanato estadual. O momento é favorável aos tucanos.

 

 

Clima cordial

O PSDB elegeu por aclamação a nova executiva estadual. Prevaleceu a tese da unidade, com a presença de representantes dos grupos de Paulo Bauer e Marcos Vieira. Cerca de 150 lideranças participaram da eleição que escolheu os 18 nomes para a executiva, seis nomes para o conselho fiscal e 18 ao conselho político estadual. Bauer marcou presença.

 

 

Trinca

Deputado Gabriel Ribeiro, ex-deputado Antônio Ceron (presidente estadual em exercício do PSD-SC) e o secretário regional de Lages, João Alberto Duarte, conversaram demoradamente, durante a comemoração dos 66 anos do Inter de Lages. São os três nomes à disposição do partido para disputar a prefeitura da cidade. Duarte corre por fora.

 

 

Endereço

Vice-prefeito de Joinville, Rodrigo Coelho vai se filiar ao PSB no dia 25 de junho. Paulo Bornhausen, presidente estadual da legenda, anuncia grande festa para chegada do joinvilense às fileiras “socialistas.”

Posts relacionados

Duodécimo dos poderes na pauta

Shirlei Demetrio

Articulação para salvar folha – 25.04.2018

Autor

MDB no corner

leander