Blog do Prisco
Notícias

Alexandre Fernandes assume PMDB de Joinville após licença de Branco

O presidente do PMDB de Joinville, Cleonir Branco, anunciou que está se licenciando do cargo por motivos pessoais. “Ainda impactado pelo morte do senador Luiz Henrique, decidi me afastar para tratar de assuntos privados e particulares”, explicou. A licença é por tempo indeterminado. Seu lugar foi assumido pelo 1º vice-presidente Alexandre Fernandes (de blusa azul na mesa), com a tarefa de dar continuidade à programação de ações do partido, tendo como principal foco as eleição municipal do próximo ano.
Alexandre Fernandes PMDB Joinville
O anúncio foi feito durante café da manhã realizado na sede do diretório com a presença das principais lideranças do PMDB Joinville, entre elas o prefeito Udo Döhler, os deputados Mauro Mariani (federal), Dalmo Claro de Oliveira (estadual), vereadores Rodrigo Fachini, Cláudio Aragão, João Carlos Gonçalves e Maurício Soares, secretária de Desenvolvimento Regional Simone Schramm e diretora do Hospital Regional Tânia Eberhardt.

No encontro, além do anúncio da licença pelo presidente Cleonir Branco, os presentes conversaram, durante duas horas, sobre a atual conjuntura política de Joinville e Santa Catarina, tendo sempre como enfoque as próximas eleições de 2016.

Quem foi muito lembrado em todas as falas foi o senador Luiz Henrique, que faleceu no mês passado. Os vereadores e o prefeito Udo Döhler, na condição de candidato à reeleição, analisaram o contexto joinvilense e lançaram metas como a intenção de ampliar a base na Câmara de Vereadores de quatro para seis vereadores.

O cenário estadual foi avaliado com depoimento do deputado Dalmo Claro e o nacional pelo deputado federal Mauro Mariani. A secretária de Desenvolvimento Regional Simone Schramm falou sobre investimentos do Estado em Joinville nas áreas de Saúde, Educação e infraestrutura.Ao final, o presidente licenciado Cleonir Branco destacou a grande força desse processo eleitoral é o partido. “Temos grandes e importantes lideranças, mas é o PMDB que tem de liderar esse processo”, discursou.

Foto: divulgação