Blog do Prisco
Destaques

Amin também adere à onda Bolsonaro

Líder nas pesquisas para o Senado, o ex-governador Esperidião Amin, do PP, abriu voto, nesta reta final, para Jair Bolsonaro. Já no primeiro turno.

O registro é da colega Karina Manarim, de Criciúma.

O PP está aliado com o PSD, de Gelson Merisio. O candidato a governador fez o mesmo movimento na semana passada.

Amin vem repetindo o que diz desde o começo da campanha. Que os tucanos catarinenses construíram um muro (para o PP) ao aliar-se ao MDB.

O PP do ex-governador indicou a senadora gaúcha Ana Amélia Lemos, amiga de Esperidião Amin, como candidata a vice-presidente na chapa de Geraldo Alckmin.

Aliançados com o MDB, os tucanos catarinenses deram um chega pra lá no PP. O PSD nacionalmente também está formalmente com o presidenciável tucano, mas não há ninguém do partido em SC trabalhando por Alckmin. Já no MDB estadual, há uma clara divisão. Mauro Mariani vota no correligionário Henrique Meirelles. Uma parcela de deputados e prefeitos vai de Bolsonaro. Alckmin só tem o apoio do governador em fim de mandato-tampão, Eduardo Moreira, e do senador Dário Berger, que anda escondidinho nesta campanha.

 

 

Posts relacionados

Vereadora Marcilei Vignatti se filia ao PSB de Chapecó

Redação

Geovania visita o Oeste e destina mais de R$ 2,5 milhões para a região

Redação

Fim da linha

Autor