Blog do Prisco
Manchete

Apelo para a permanência de Ponticelli no PP

O senador Esperidião Amin, líder maior do PP catarinense, reuniu-se na segunda à noite com o presidente estadual da legenda, Silvio Dreveck. Na sequência, o dirigente partidário sentou para conversar com o prefeito de Tubarão e presidente da Fecam, Joares Ponticelli.

O mandatário municipal ainda é filiado ao PP, mas está com um pé e meio no PSL. Encontra-se em Brasília em função da reforma da Previdência. Prefeitos de todo o país foram à Capital federal articular e pressionar deputados para que estados e municípios entrem nas mudanças previdenciárias.

Entre uma reunião e outra nesta semana, Esperidião Amin e Joares Ponticelli devem se reunir. O senador ficou de fazer um apelo pela permanência do prefeito nas hostes progressistas.

Silvio Dreveck, contudo, identificou que o alcaide sulista estaria decidido a migrar rumo ao partido de Moisés da Silva e de Jair Bolsonaro.

Combo

Ponticelli tem ligação política com o atual secretário da Casa Civil, Douglas Borba, que é egresso do PP. Os dois têm contato mais estreito com o ex-deputado federal Jorge Boeira, de Criciúma e que também poderia engrossar as fileiras do PSL. Se mudar de endereço, Boeira surge como alternativa para concorrer à prefeitura da maior cidade do sul em 2020, deixando Daniel Freitas, o segundo mais votado em 2018, no exercício do mandato.

Ruídos

Outro componente neste contexto envolvendo Joares Ponticelli e o PP. Há muito tempo não é boa a convivência entre o prefeito e a família Amin. O tubaronense reclama que a deputada federal Angela Amin sequer o cumprimenta e não esquece que o deputado estadual João Amin já deu várias estocadas nele. E ao fim e ao cabo, passou a ser bem interessante, sob a perspectiva reeleitoral, a saída de Ponticelli do PP.

Posts relacionados

República ameaçada!

Redação

Entidades garantem produção de alimentos em SC

Redação

Catarinenses investigados em Operação da PF

Redação