Blog do Prisco
Image default
Notícias Últimas

Aprasc quer retirada de MP que muda jornada

A diretoria da Associação de Praças de Santa Catarina (Aprasc) convida este veículo de comunicação para uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (4/11), às 14 horas, na Sala de Imprensa da Assembleia Legislativa.
O objetivo é apresentar e detalhar a pauta de reivindicação dos praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que será protocolada no mesmo dia às autoridades do governo. O documento será dirigido ao governador Raimundo Colombo, aos secretários de Estado e aos comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.
De manhã, a categoria realiza uma manifestação na Comissão de Finanças da na Assembleia Legislativa, com o objetivo de pedir a retirada da Medida Provisória nº 202/2015, que regulamenta a jornada de trabalho e muda os critérios para a concessão da Indenização por Regime de Serviço Ativo (Iresa). A tarde, os praças vão em caminhada até a Secretaria de Estado da Segurança Pública para protocolar a pauta de reivindicação.

aprascSegue os principais pontos da pauta de reivindicação da Aprasc:

1- Retirada da Medida Provisória nº 202/2015;
2- Extinção da escala de 24 horas de serviço por 48 horas (24×48) de descanso na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros;
3- Convocação imediata dos aprovados de 2015 no concurso público para soldado da PM;
4- Abertura de novos concursos públicos para policiais e bombeiros militares;

9 horas: Mobilização na Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa.
14 horas: Coletiva com a imprensa, na Sala de Imprensa da Alesc.
15 horas: Caminhada, a partir da Assembleia, até a sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Rua Artista Bittencourt, 30,
Centro, Florianópolis/SC) para protocolar a pauta de reivindicação.

Foto: reprodução

Posts relacionados

Para Uczai, áudio vazado confirma tese de golpe

Autor

Saiba como ajudar os moradores de Xanxerê, via Lions Clube

Autor

Governo participa do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Instituições de Ensino Superior de SC

Fabian Oliveira