Blog do Prisco
Destaques

Balneário Camboriú receberá Congresso de Municípios da FECAM em abril 

COMAC-SC será realizado de 3 a 5 de abril no ExpoCentro, exatos seis meses antes das eleições municipais

 

A cidade de Balneário Camboriú foi escolhida para receber a terceira edição do COMAC-SC – Congresso de Municípios, Associações e Consórcios, maior evento municipalista do sul do Brasil. Realizado pela Federação de Consórcios, Associações e Municípios de Santa Catarina (FECAM), o evento reunirá chefes do executivo municipal de todo o Estado, além de vice-prefeitos, secretários, gestores, servidores públicos, empresários e especialistas. As inscrições são gratuitas para os participantes, e já podem ser realizadas no site bit.ly/comac-sc-2024.

Com o tema “Governança rumo ao futuro das cidades”, a programação será dividida em três eixos temáticos: resiliência urbana, inovação e tecnologia e vedações e limitações eleitorais. “Estamos vivendo um cenário de mudanças, e nós, como gestores, precisamos estar em constante atualização para acompanhar essas transformações e continuar proporcionando serviços públicos de qualidade para a sociedade, e o COMAC é uma excelente oportunidade para congregarmos os municípios neste sentido”, afirmou o presidente da FECAM, Fabrício Oliveira, que é prefeito de Balneário Camboriú, durante a cerimônia de lançamento do evento, ocorrida na última terça-feira (5) na sala da FECAM na Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Prefeitos de todas as regiões do Estado já confirmaram presença no COMAC-SC 2024. Com um público esperado de 5 mil pessoas, entre elas cerca de 1.500 gestores públicos, o Congresso ocorrerá exatos seis meses antes das eleições municipais. A presença do governador, Jorginho Mello, também é esperada para a cerimônia de abertura.

As palestras estão divididas em quatro palcos centrais e simultâneos, permitindo que o público possa circular entre as apresentações e visitar a feira de negócios, que está maior – serão 79 estandes, com área também para exposição de maquinários. A programação contará com temas relevantes para os municípios catarinenses, como a regionalização do saneamento, o impacto dos efeitos climáticos na administração pública, mobilidade urbana, educação em tempo integral, reforma tributária, além da apresentação de 40 boas práticas selecionadas.