Blog do Prisco
Manchete

Bancada estadual não aceitará decisões paralelas para definir candidato do MDB

Fechadíssima, a bancada estadual do MDB já sinalizou internamente que não aceitará, sob qualquer hipótese, decisões com vistas a 2022 que não passem pelo diretório estadual do partido.

Então essa história de reuniões e declarações envolvendo os três pré-candidatos emedebistas, Celso Maldaner, Dário Berger e Antídio Lunelli, para uma deliberação já em outubro não passa de intenção do grupo.
Do ponto de vista prático, é o famoso jus sperneandi. O trio pode até se acertar, mas isso não significa que este será o encaminhamento partidário.

Antídio, Celso e Dário – foto>Assessoria MDB, arquivo, divulgação

Não custa lembrar que, no primeiro semestre, houve um evento em Maravilha, base do deputado federal Celso Maldaner, quando Moisés da Silva foi convidado pelo próprio Celso a filiar-se ao Manda Brasa.

A mulher de Maldaner, Rosimar, foi prefeita da cidade até o final de 2020, ano que o governador garantiu R$ 10 milhões para o contorno viário do município, recursos que estão sendo pagos religiosamente.

Rosimar não é mais a titular do Executivo municipal, mas o MDB dos Maldaner segue no paço, com o atual prefeito e o vice.

O quadro é complexo. Há vários componentes no tabuleiro. Um deles é que o próprio Maldaner não vai mais disputar como deputado federal. Está no seu último mandato nesta condição. Em 2018, ainda vivo, Casildo Maldaner fez um apelo para Valdir Cobalchini não concorrer à Câmara. Ele atendeu e reelegeu-se deputado estadual.

Casildo fez o mesmo apelo ao ex-deputado Valdir Colatto, que não atendeu e disputou em cima do próprio Celso Maldaner.

Evidentemente que Cobalchini não vai praticar o mesmo gesto duas vezes. Outro ponto. Os Maldaner desejam lançar Rosimar como deputada estadual em 2022. O detalhe é que eles moram a apenas 10 quilômetros do presidente da Alesc, Mauro de Nadal.

O sentimento na bancada atual do MDB, aliás, é o de não aceitar essa candidatura. A prioridade, naturalmente, é para Mauro de Nadal (foto de capa), que tem se destacado pela liderança serena, firme e séria, tornando-se uma das apostas para o futuro emedebista.

 

foto de capa> Ag. Alesc, arquivo, divulgação