Blog do Prisco
Manchete

Bolsonaro cede ao toma-lá-dá-cá

Eleito sob a égide de uma pretensa nova política, o presidente Jair Bolsonaro resistiu menos de quatro meses a uma das práticas mais arraigadas da República: liberação de emendas parlamentares em troca de apoio no Congresso.

Já estava muito claro que se o Planalto continuasse distante e reticente em relação aos congressistas, a reforma da Previdência não iria passar. E sem a nova previdência, o governo de Bolsonaro corre o risco de andar em círculos. Levantamento do Jornal Globo mostra que em abril, até o dia 21, foram desembolsados R$ 426 milhões. Em comparação ao mesmo período de anos anteriores, a quantia só é inferior à de 2018.

Em Santa Catarina, Moisés da Silva segue na mesma balada na sua relação com a Assembleia. Por aqui, as emendas são impositivas, são liberadas na forma da lei. Significa que não há praticamente margem para negociações. Por ora, ninguém sabe se o governador tem uma base aliada e qual seria o tamanho real desse apoio.

 

Posts relacionados

STF acuado!

Redação

Morre em Chapecó o presidente da Aurora Alimentos Mário Lanznaster

Redação

Relator explica como será elaborado parecer sobre o impeachment

Redação