Blog do Prisco
Image default
Coluna do dia

Buligon candidato

Buligon candidato

Prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, recém filiado ao DEM, assumiu um compromisso de bastidores com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e os presidentes nacional e estadual da legenda, ACM Neto e João Paulo Kleinüning: se Justiça Eleitoral autorizar, ele será novamente candidato a prefeito de Chapecó na eleição do ano que vem.

O DEM-SC fará consulta formal ao Tribunal Superior Eleitoral. Se houver sinal verde, o atual prefeito concorrerá a novo mandato.

Em Chapecó, Luciano Buligon foi eleito vice-prefeito e assumiu, completando o mandato-tampão, após a renúncia de José Cláudio Caramori. Ou seja, ele disputou, de fato, uma eleição para prefeito e ser for considerado apto, irá à reeleição.

Reviravolta

A juíza Gabriela Guimarães de Faria, do Distrito Federal, acatou mandado de segurança impetrado pela defesa de Ronaldo Freire e Cau Harger, anulando a “decisão liminar” do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, que interviu e dissolveu sumariamente o diretório estadual no fim de abril. Com isso, Freire, até segunda ordem, volta a presidir a seção Barriga-Verde do Partido Socialista Brasileira e Harger reassume como secretário-geral. Os demais integrantes deste grupo também voltam às suas funções.

Novela

Após a intervenção, Siqueira nomeou o ex-vereador da Capital, Adir Gentil, para a presidência da legenda em Santa Catarina. Decisão que perde validade e fica pendente de novos desdobramentos desta guerra judicial que promete ainda muitos capítulos.

Sul forte

Neste instante da história política de SC, o protagonismo político-administrativo está muito claro. São três os personagens principais. Presidente da Fecam e prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (que também foi presidente do PP, presidente da Assembleia em duas oportunidades, tendo cumprido quatro mandatos de deputado estadual); Júlio Garcia, presidente da Assembleia eleito pela terceira vez por unanimidade depois de um período como conselheiro do TCE e o governador do estado, Moisés da Silva, estreante no universo dos mandatos.

Articulação

Moisés da Silva e Ponticelli fizeram suas vidas profissionais e pessoais em Tubarão. Garcia tem base em Criciúma. A diferença é que os dois últimos fazem política e muito bem. O governador tem evitado ao máximo ingressar nessa seara.

Proximidade

Joares Ponticelli está muito ligado a Júlio Garcia e vem articulando corretamente tanto na sua tocada como prefeito como na questão municipalista estadual à frente da Fecam. E sem misturar as bolas, uma vez que ele foi fiel escudeiro de Gelson Merisio na eleição de 2018, mas agora tem interagido muito bem com Moisés da Silva.

Costurando

Tanto que ontem houve mais uma rodada envolvendo o governador, presidente da Fecam e os presidentes das 21 associações regionais de municípios. Muito provavelmente, as entidades assumirão o papel de administrar os convênios entre estado e as cidades de Santa Catarina depois da extinção das Agências de Desenvolvimento Regional.

Posts relacionados

Impostos não aumentam

Autor

Temer, o articulado

Autor

Transição técnica

Autor