Blog do Prisco
Coluna do dia

Buligon dá a senha

Prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, liderança ascendente no Oeste de Santa Catarina e umbilicalmente ligado a Gelson Merisio (PSD), anunciou que reuniria, ontem, no começo da noite, pelo menos 700 lideranças.

Para reforçar o apoio ao candidato do PSD ao governo, mas sobretudo para fazer um movimento importante e emblemático nesta campanha catarinense: abrir o voto e o respaldo total ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

A ação de Buligon pode ser a senha para que o próprio Merisio, ali adiante, abrace a candidatura do candidato do PSL.

Neste caso, Merisio estaria abrindo mão dos votos petistas caso ele chegue ao segundo turno. A não ser que Jair Bolsonaro liquide a fatura já no dia 7 de outubro ou que Fernando Haddad, o preposto de Lula da Silva, não chegue ao segundo round. Caso contrário, apesar da confrontação causada pelo impeachment de Dilma Roussef, guindando o emedebista Michel Temer ao poder, os petistas podem acabar ficando com Mauro Mariani (MDB) na etapa final. A conferir!

 

A novela João Rodrigues

O caso João Rodrigues, que está mais para novela mexicana, dá a exata dimensão do cabedal de brechas que a legislação eleitoral e a criminal em si permitem neste país. Para a alegria de advogados que conhecem os atalhos. João Rodrigues está entre idas e vindas desde janeiro. Uma hora é candidato, na seguinte, não é mais. Deste feita, contudo, o deputado teve sua candidatura à reeleição barrada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Rodrigues, óbvio (!), já recorreu ao STF.

 

Bem na foto

Santa Catarina conquistou, pelo segundo ano consecutivo o segundo lugar, ficando atrás apenas de São Paulo, no Ranking de Competitividade dos Estados 2018 e ganha o prêmio de Destaque Internacional no prêmio de Excelência em Competitividade dos Estados. O secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Adenilso Biasus, que representou o governador, Eduardo Pinho Moreira no evento, recebeu a premiação anunciada na sexta-feira, 14, em São Paulo.

 

Musculatura

Mais de três mil pessoas participaram do lançamento oficial da candidatura de Carlos Chiodini a deputado federal. Ele ocupa parte do espaço federal deixado por Mauro Mariani. O evento, realizado na Sociedade Vieirense, foi recorde de público para um postulante da Câmara dos Deputados, até o momento, em Santa Catarina. Lá estiveram o candidato a governador, Mauro Mariani; seu vice, Napoleão Bernardes; os candidatos ao Senado, Jorginho Mello e Paulo Bauer; além de diversos postulantes a deputado estadual, prefeitos e demais autoridades do Norte catarinense.

 

FRASE

“Indecisos podem cair a 10%.” Murilo Hidalgo, diretor do Paraná Pesquisas, sobre a tendência de o eleitor adotando o voto útil já no 1º turno destas eleições.

 

Pelo ralo

O PT nacional não pretende devolver os R$ 26 milhões, dinheiro público, que utilizou na campanha eleitoral de Lula da Silva, preso e inelegível, até a substituição oficial por Fernando Haddad.

Segundo dados da Justiça Eleitoral, os petistas incorporaram a bolada à contabilidade da campanha de Haddad. Toda a cúpula petista sabia que Lula não poderia se candidatar, mesmo assim insistiram na farsa para beneficiar o substituto. A bordo de R$ 26 milhões em dinheiro público.

Posts relacionados

Últimos movimentos

Autor

PP fora do governo

Autor

Nota única

Autor