Blog do Prisco
Image default
Destaques

Casal Heiderscheidt em pé de guerra com o vice

Não convidem para a mesma mesa Ronério (presidente da Cohab), Dirce Heiderscheidt (deputada estadual -E) e o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (D). Embora sejam todos pemeedebistas, o casal de Palhoça ainda não assimilou a forte mobilização de Moreira para derrotar a candidatura de Dirce, sem sucesso, em 2014. Como vice-governador e então presidente estadual do PMDB, Eduardo Moreira focou em apenas três nomes para a Alesc no PMDB: Luiz Fernando Vampiro, não se elegeu, mas ficou de primeiro suplente e tem tudo para ser efetivado (já está atuando no Parlamento, inclusive); Mauro de Nadal e Gean Loureiro, estes dois eleitos com expressivas votações. Na lista dos desafetos de Moreira entraram, além de Dirce, outros dois candidatos do PMDB em 2014. Manoel Mota, que tinha cinco mandatos e ficou de suplente e Renato Hinnig.  Curiosamente, Mota, assim como a deputada estadual, era umbilicalmente ligado ao falecido Luiz Henrique da Silveira. Já Hinnig era e é ligado ao ex-governador Paulo Afonso Vieira. Moreira errou feio na estratégia, apostando todas as fichas somente nos “seus” candidatos a estadual. O desgaste a partir das eleições foi a gota d’água para sua saída do comando estadual do PMDB. Teve que abrir mão para Mauro Mariani.

Dirce e Eduardo Moreira

Foto: Ag. Alesc, arquivo, divulgação

Posts relacionados

Bauer propõe modernização da indústria do carvão

Autor

Partidos encrencados em SC

Fabian Oliveira

Bancada de SC vota pela distribuição de ISS

Autor