Blog do Prisco
Notícias Últimas

Celesc na luta por melhoria da luz no campo

Na esteira do sucesso do seminário de eletrificação rural, realizado no dia 29 de junho deste ano sob a coordenação da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, a necessidade de modernização das redes elétricas no meio rural de Santa Catarina entrou definitivamente na pauta das autoridades estaduais. Várias reuniões pontuais e articulações envolvendo também entidades do agronegócio e da agricultura familiar estão fortalecendo o movimento, que pleiteia a substituição das redes monofásicas pelas trifásicas no campo.

O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, encaminhou ofício datado no dia 25 de agosto ao deputado Natalino Lázare, presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, com cópia de sugestões que a companhia de energia enviou ao Ministério das Minas e Energia. O MME abriu uma consulta pública para receber sugestões de alteração no marco legal do setor elétrico.

NO item 2.4 do documento que a Celesc produziu e já está no MME, consta justamente a necessidade urgente de os governos viabilizarem a troca das redes de eletrificação rural do sistema atual, monofásico, para o trifásico, bem mais potente e seguro.

Presidente da Comissão de Agricultura da Alesc levantou a bandeira da modernização
Presidente da Comissão de Agricultura da Alesc levantou a bandeira da modernização

“O documento que recebemos confirma a posição que o presidente Cleverson Siewert havia me passado pessoalmente. O apoio e a sensibilidade da Celesc neste processo são fundamentais. Fico satisfeito com a dimensão que as coisas estão tomando e também por estarmos sintonizando a atuação no sentido de melhorar a vida dos nossos produtores rurais, levando conforto, segurança e promovendo o desenvolvimento da nossa gente e também evitando o êxodo rural,” assinala Natalino Lázare.

NO RIO GRANDE DO SUL

Quando a Comissão da Alesc realizou o seminário de eletrificação rural, no dia 29 de junho, o presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Adolfo Brito, foi um dos convidados e palestrantes. O parlamentar gaúcho mostrou que a realidade no Estado vizinho é igual à de Santa Catarina, onde as redes monofásicas não atendem mais as demandas dos produtores rurais, impedindo o desenvolvimento do setor e facilitando o êxodo rural. Os jovens dificilmente ficarão no campo se a energia oferecida não entrar no Século 21, possibilitando, ainda, acesso à telefonia e à internet. Nesta quinta-feira, 31 de agosto, será a vez do deputado Natalino Lázare proferir palestra em evento semelhante promovido pelo Parlamento Gaúcho.

O evento está inserido na programação da Expointer (considerada a maior feira a céu aberto da América Latina e que reunirá as últimas novidades da tecnologia agropecuária e agroindústria), realizada na Grande Porto Alegre.

“Estamos em conjunto com a Assembleia e o governo gaúcho. Juntos, somos mais fortes. Nesta quinta, vou mostrar aos nossos vizinhos o que estamos fazendo em Santa Catarina, qual a nossa precária realidade no setor de eletrificação rural e também para articularmos um movimento de pressão conjunta dos dois Estados em Brasília,” explica Natalino.

UNALE

Também nesta quinta-feira, 31 de agosto, o deputado Natalino Lázare, toma posse na Secretaria Especial de Agricultura da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). O catarinense será o vice-presidente deste colegiado no contexto de atuação da Unale, que tem âmbito nacional. 

O parlamentar ficou honrado com o convite. Considera um reconhecimento ao trabalho desenvolvido ao longo de dois anos e meio à frente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Alesc.

Foto>Ag. Alesc, divulgação

Posts relacionados

Governo do Estado apresenta a campanha “Drogas. Não dá mais pra aceitar”

Autor

Willian Waack faz palestra sobre Fake News em Florianópolis

Autor

Site diz que Mariani é o melhor deputado

Autor