Blog do Prisco
Coluna do dia

Chega de privilégios!

Chega de privilégios!

 Acertadíssima a decisão do governo do Estado, que entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), no STF, contra leis que garantem vantagens salariais a servidores efetivos que ocupam cargos comissionados na máquina estadual. São os famosos, e vergonhosos, penduricalhos, que passam a valer quando um funcionário de carreira consegue incorporar aos seus vencimentos às gratificações a que têm direitos os servidores comissionados, inchando a folha de pagamento sem qualquer justificativa de mérito.

Uma leia aprovada em 1991, no governo de Vilson Kleinübing, proibiu a incorporação dos penduricalhos, mas nos últimos cinco anos, TCE, Ministério Público, Tribunal de Justiça e a própria Assembleia Legislativa aprovaram leis ressuscitando a nefasta prática. O detalhe é que quem paga a conta é o Poder Executivo, através da Secretaria da Fazenda. Ou  seja, o cidadão catarinense é que vem bancando a farra.

Agora, seguindo a linha de austeridade e ajuste financeiro determinada por Raimundo Colombo, o Estado reage de maneira correta. Pela via judicial. Resta saber como vão se posicionar os ministros.

Espeto de pau

Nunca antes na história deste país um presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) foi investigado por suspeita de corrupção. O atual, Aroldo Cedraz, quebrou a regra e será interrogado pela Polícia Federal. A PF investiga se o filho do chefão, Tiago Cedraz, negociou informações privilegiadas ao empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia, uma das estrelas das Operação Lava Jato. Não custa lembrar que o TCU existe por uma única razão: fiscalizar as contas públicas!

Lobo insaciável

Outra figura notória da vida nacional, o ex-ministro Edison Lobão, além do vice-presidente do TCU, Raimundo Carneiro, também é investigado pelos federais. A PF suspeita que, mediante propina, Cedraz filho avisava Pessoa sobre obras passíveis de embargo pela corte de contas, justamente por indícios de gravíssimas irregularidades. Segundo consta, a partir do acesso à informação, o empreiteiro subornava também políticos de plantão para que as obras da UTC jamais sofressem qualquer tipo de embargo.

Bem na foto

O Instituto Paraná resolveu ir a campo, no fim do ano passado, perguntando aos eleitores a quantas anda a aprovação dos principais governos estaduais do país.

O mais bem avaliado foi Renan Filho (!), do PMDB de Alagoas, com 67%. O filho de Renan Calheiros é seguido de perto pelo catarinense Raimundo Colombo, que ficou bem na foto com 64,4% dos entrevistados. O pior governador, segundo o levantamento, é Beto Richa (PSDB), rejeitado por nada menos do que 71,2% dos paranaenses.

Amin homenageia

Ex-governador e deputado federal Esperidião Amin escreveu  belo texto em decorrência da morte do professor Lauro Zimmer, ocorrida depois de 10 anos de morte cerebral, período que ficou em casa aos cuidados dos familiares. Educador reconhecido nacionalmente, Zimmer foi reitor da Udesc e integrante do Conselho Federal de Educação.

Decisão corajosa

Em Brusque, o prefeito Roberto Prudêncio Neto (PSD) tomou uma decisão corajosa. Por decreto, vai exonerar todos os cargos comissionados, inclusive os de primeiro escalão, na segunda-feira, 11. A medida é para gerar economia aos cofres públicos, já que a crise econômica tende a se agravar no Brasil em 2016. Os serviços não serão paralisados. Paulatinamente, conforme a necessidade, os cargos serão preenchidos.

Posts relacionados

Fundam do MDB afunda

Autor

Geleia geral na política

leander

Governador volta a Brasília

Autor