Blog do Prisco
Coluna do dia

Coluna do dia

Alves, Lummertz e o turismo em SC

O discurso do ministro Henrique Eduardo Alves, do Turismo, empolgou correligionários durante sua passagem por Santa Catarina. Caso uma parte dele se concretize, a chamada indústria limpa, que já responde por 13% do PIB Barriga-Verde, pode se preparar para boas notícias no futuro breve. Alves anunciou  que a Capital passará por testes de navios de cruzeiro já nesta temporada, mas nos bastidores a coluna apurou outra informação crucial para o trade estadual: o catarinense Vinícius Lummertz, presidente da Embratur, além de já ter construído uma excelente interlocução com o titular da pasta, ex-presidente da Câmara que assumiu na esplanada em abril, ganhou autonomia total à frente do instituto. Nos discursos e entrevistas, o próprio ministro praticamente deu sinal verde para Lummertz focar em Santa Catarina. Encantado com o enorme potencial do Estado na área turística, Alves foi taxativo: faltam equipamentos, como marinas, e infraestrutura (estradas e aeroportos) adequada.

Como um catarinense está no leme da Embratur e com carta branca, é fundamental agora que cada região, como a Serrana, onde o turismo rural esta consolidado;  o Oeste e o Meio-Oeste, com suas termas e o enoturismo; o Norte, com o turismo de negócios; o Sul, com seus cânions, montanhismo e as belas praias, se mobilizem para que os recursos se transformem em obras e ações que poderiam colocar o Estado em um outro patamar quando o assunto é a indústria do turismo.

 

 

Clima

Henrique Alves também prestigiou a posse do deputado Gean Loureiro na presidência do PMDB da Capital. O que era para ser um ato virou um evento culminando com o lançamento da pré-candidatura de Gean à prefeitura da Capital. O ministro ficou impressionado: “Parece que a eleição de Florianópolis é agora em outubro.”

 

 

Quórum

O evento do PMDB em torno de Gean Loureiro, segunda à noite, no Hotel Castelmar, atraiu representantes de 18 partidos políticos de Florianópolis.

 

 

Amigos

Antônio Gavazzoni, doutor em Direito Público e secretário da Fazenda, foi a Brasília ontem. Prestigiou a posse do amigo paranaense Luiz Edson Fachin como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

 

Candidato

Wellington Bielecki, presidente do Badesc, vai ser candidato a prefeito de Mafra. Ele ainda não confirma, mas cardeais do PSD avisam que o projeto está sacramentado. A cidade terá eleições indiretas nos próximos dias. Bielecki vai se afastar da agência de fomento três dias antes do pleito.

 

 

Enquadrada

A presença de Valdir Raupp, senador e presidente interino do PMDB nacional, e do ministro Henrique Alves (Turismo), no evento de Gean Loureiro, é um recado claro ao senador Dário Berger. O PMDB não vai aceitar indicar o vice de Cesar Souza Junior na Capital. Vai de Gean na cabeça.

 

 

Tô fora

Deputado Marcos Vieira, presidente eleito do PSDB-SC, descarta qualquer candidatura majoritária em 2018.

 

 

Soldado

Advogado Gabriel Kazopi, ilustre desconhecido para o grande público, pode ser o candidato do PT à prefeitura de Florianópolis. Ele é ligado ao grupo de Cláudio Vignatti, presidente estadual, e dos deputados Dirceu Dresch e Luciane Carminatti. A articulação visaria a evitar a candidatura do ex-ministro José Fritsch. É Vignatti pilotando o PT até mesmo na Capital.

Posts relacionados

Colombo critica Barbosa

Autor

Xô, Temer

Autor

Reflexos municipais

leander