Blog do Prisco
Coluna do dia

Coluna do dia

SC no pacote de privatizações

Santa Catarina foi destaque no anúncio do pacotaço de privatizações que a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira, em Brasília. As rodovias que o governador Raimundo Colombo esperava que fossem incluídas (BRs 101 Sul, 470, 280, 282 e 153) serão privatizadas, a maioria em leilões que vão ocorrer em 2016. O aeroporto Hercílio Luz, da Capital, uma das estruturas mais deficitárias do Estado, também será entregue a empresários.

Colombo saiu quase 100% satisfeito da solenidade, pilotada pelos ministros Nelson Barbosa (Planejamento) e Joaquim Levy (Fazenda), ontem, em Brasília. A presidente Dilma, do PT (quem diria – o partido que torpedeava dia e noite a “privataria” tucana), também discursou. O governador catarinense só não levou a privatização do projeto da chamada Ferrovia do Frango, que também já se transformou em novela.

Para Colombo, o pacote, foi “um grande avanço,” para acabar com alguns gargalos estruturais e melhorar a competitividade Barriga-Verde. Mas a coluna alerta para o seguinte: o governo federal frisou o montante de investimentos (R$ 198,4 bilhões por todo o país). Trata-se de um número fictício. Daqui até 2018, efetivamente podem ser investidos R$ 70 bilhões, o valor previsto para o segundo mandato da atual presidente. De 2019 em diante, tudo, inclusive o congelamento do programa, pode acontecer.

 

 

 

 

 

Cara de paisagem

Raimundo Colombo fez cara de paisagem quando o ministro Barbosa anunciou que o Porto de São Francisco do Sul vai ser “arrendado.” Nem o governador tinha essa informação. Foi surpreendido, até porque, o terminal é estadual. Diante da estupefação geral, o governador explicou depois que será feita uma parceria com a iniciativa privada para gerir o terminal. Só não se sabe como, pois a União não tem ingerência sobre o porto do Norte.

 

 

 

 

 

Stand by

Diretor da Alesc e suplente de deputado federal, Fabrício Oliveira (PSB) está na expectativa de assumir o mandato de deputado federal com a projeção de licença do titular, Jorge Boeira (PP). Como a reforma política está em andamento e o recesso de julho se aproxima, é provável que o afastamento do progressista e a posse de Oliveira por quatro meses venha a ser efetivada no segundo semestre.

 

 

 

Bola da vez

A visibilidade na Câmara fortalecerá Fabrício Oliveira, pré-candidato e despontando como favorito para ganhar a eleição municipal em Balneário Camboriú.

 

 

 

Tucanadas

O clima segue tenso e indefinido no PSDB estadual. Paulo Bauer não retirou tampouco anunciou que abre mão da recondução à presidência em favor de Dalírio Beber. Este, aliás, está bem quietinho. A jogada de Marcos Vieira, avisando que deixa a disputa em favor de Dalírio tumultou o cenário, mas não há definição. A interlocutores, Bauer tem afirmado que ganha fácil do deputado estadual.

 

 

 

 

Prazo

A indefinição no PSDB pode se estender até o começo da convenção de sábado. Até lá, muita saliva e especulações serão gastas.

 

 

 

Constatação

Chegamos a um ponto em que há gente comemorando a entrega do patrimônio público à inciativa privada, mediante a cobrança de novas taxas dos usuários de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.

 

 

 

Endereço

Ex-presidente da Assembleia Legislativa e ex-prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni avalia a possibilidade de sair do PT. O falecido Luiz Henrique articulava a inscrição dele no PMDB, partido pelo qual disputaria novamente a prefeitura da cidade portuária.

 

 

 

Amém

O Senado promoveu, ontem à noite, na Catedral Metropolitana de Brasília, missa em homenagem ao trigésimo dia da morte de Luiz Henrique da Silveira. Amanhã, quinta-feira, às 10:30, sessão especial em memória de LHS.