Blog do Prisco
Coluna do dia

Coluna do dia

Governador bota o pé na estrada

Depois da conversa apaziguadora com o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, Raimundo Colombo resolveu colocar o pé na estrada. Está fora da Capital desde segunda-feira, quando foi a Blumenau prestigiar a posse da diretoria da Acib e anunciar recursos para a cidade. Dali, ele seguiu para Navegantes e da cidade portuária, voou a Chapecó, onde pernoitou. No dia seguinte participou da inauguração de uma obra da Casan e um seminário sobre a defesa Civil, promovido pelo governo do Estado. No oeste, o pessedista visitou outras cidades e dali rumou diretamente para Brasília, onde tinha agenda na quarta-feira nos ministérios – definindo a pauta de possíveis concessões de rodovias e aeroportos à iniciativa privada -, além de visitar o novo senador catarinense, Dalírio Beber.

Na outra ponta, o vice parte nesta sexta-feira para a Europa em missão oficial. Tem agenda, representando o governo estadual, na França e na Alemanha. O quadro está claro: além de encontrar uma fórmula para evitar passar o comando do Centro Administrativo ao aliado do PMDB, Colombo está percorrendo Santa Catarina, numa forte movimentação para não deixar dúvidas de quem é o chefe do Executivo Barriga-Verde. Nesta quinta e sexta-feiras, o governador tem novas agendas pelo interior do Estado.

 

 

Aproximação

A possível investidura de Renato Hinnig, ex-deputado do PMDB, na presidência do Iprev, é um sinal de que a bancada do partido está começando a ser ouvida pelo governador do Estado. Os deputados chamaram a indicação para eles e vão submeter o nome de Hinnig a Raimundo Colombo.

 

 

Holofotes              

Ao chamar os governadores ao Senado, ontem, o notório presidente da Casa, Renan Calheiros, jogou pra torcida, tentando desviar as atenções da Lava-Jato, na qual ele está enrolado até o pescoço. A pauta do encontro era o novo pacto federativo (redistribuição dos recursos arrecadados), matéria que é exclusiva do Poder Executivo.

 

 

Alfinetada

Em entrevista à Rádio Eldorado de Criciúma, ontem, o vice-governador Eduardo Moreira criticou a atuação da Casa Civil (Nelson Serpa) na articulação estadual. Lembrou que o PMDB já teve muitos articuladores habilidosos.

 

 

Derrota

A chamada desoneração da folha de pagamentos dos trabalhadores  (que, na prática, vai aumentar o ônus às empresas) teve sua apreciação em plenário adiada para junho. A medida faz parte do arrocho fiscal do governo. Mais uma derrota de Dilma Rousseff no Congresso.

 

 

Sem filas 

O prefeito de Brusque, Roberto Prudêncio Neto (PSD), vem sendo elogiado em nível nacional por ter adotado a seguinte medida: pacientes com câncer têm vaga preferencial e não precisam enfrentar filas para quaisquer exames em todo território municipal. A lei é chamada de “Fila Zero para vítimas de Câncer”.

 

 

Fomento 

O BRDE, agência federal de fomento para o Sul do país, criou o programa de fomento “Fontes de Energia Renováveis e Eficiência Energética.” O novo programa tem R$ 60 milhões em recursos próprias para financiar projetos nos três estados.

 

Posts relacionados

PIZZOLATTI COLOCA SANTA CATARINA NA LAVA-JATO

Autor

Bellini faz história

Autor

Articulação conjunta

Shirlei Demetrio