Blog do Prisco
Image default
Notícias

Com mais de 200 assinaturas, FPA conquista membros importantes no novo parlamento

A primeira reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária foi disputada, nesta terça-feira (5), por parlamentares que desejam compor o colegiado presidido pelo deputado Alceu Moreira (MDB-RS). Entre os presentes, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO), além de mais de 60 deputados e senadores que participaram do debate sobre as pautas do setor agropecuário.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, trouxe o cenário atual da pasta que passou por reformulação. “Agradeço a indicação desta bancada para um dos maiores desafios que já recebi em minha vida pública. Estamos trabalhando a todo vapor e organizando a estrutura para garantir o desenvolvimento sustentável do setor que mais preserva no Brasil”, disse.

O deputado Alceu Moreira agradeceu a vinda de Maia em referência ao prestígio de um representante com 344 votos na Câmara dos Deputados, o que valoriza muito a FPA. Ele afirmou que a ideia de trazer parlamentares urbanos para compor o colegiado faz parte da estratégia de aproximação do consumidor final à produção rural. “A agricultura começa no solo e termina na boca do consumidor. Então, vamos sentar à mesa para esclarecer que somos convergentes e trazemos benefícios para a sociedade, não prejuízo”, ressaltou.

“Tratamos sobre todas as pautas do setor com os novos representantes do Congresso Nacional. O que é mais urgente é a regulamentação do frete, a questão do Código Florestal e do Funrural. São assuntos que já vem da última legislatura e possuem um contencioso grande a ser resolvido”, informou Moreira.

Entre as pautas mais debatidas, o fim do tabelamento do frete ganhou aliados na nova legislatura. Rodrigo Maia, que assinou a ficha de filiação da FPA, manifestou disposição para trabalhar contra a medida que impacta diretamente o custo de produção. “Sou contrário ao frete mínimo e a bancada pode contar com o meu apoio para tratar sobre o tema no Congresso”, disse. O presidente da Câmara informou também que precisa de “convencimento sobre as demais pautas defendidas pela FPA para que possa emitir opinião a respeito e trabalhar adequadamente. ”

Para o deputado Zé Mário (DEM-GO), o tabelamento não trouxe benefícios nenhum para os caminhoneiros autônomos. “A medida fez com que grandes transportadoras pudessem aumentar ainda mais o lucro, ou seja, começaram a adquirir frota própria. É um tema polêmico que precisar ser debatido. Vamos encontrar uma solução plausível para todos os lados, usuários e transportadores”, esclareceu.

Quórum

A FPA já conta com mais de 200 assinaturas para renovar seu registro junto à Câmara dos Deputados nesta legislatura. Entre os membros deste ano, estão os deputados Major Victor Hugo, Baleia Rossi (MDB-SP), Kim Kataguiri (DEM-SP), Joyce Hasselmann (PSL-SP), Paula Belmonte (PPS-DF) e Zé Rocha (PR-BA).

A transmissão da presidência do colegiado ocorre no próximo dia 19 de fevereiro, quando a atual presidente Tereza Cristina entrega os trabalhos ao deputado Alceu Moreira. Ele permanecerá no comando junto à Sergio Souza (MDB-PR), vice-presidente na Câmara e ao senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS), vice-presidente no Senado.

Participaram ainda da reunião os senadores Luiz Carlos do Carmo (MDB-GO), Ângelo Coronel (PSD-BA), Soraya Thronicke (PSL-MS), Chico Rodrigues (DEM-RO) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Posts relacionados

BRDE tem lucro líquido de R$ 63,8 milhões

Autor

Deputado Aldo participa de visita técnica a usina de asfalto e entrega de veículo

Autor

As estratégias de Merisio e Moisés no 2º turno – SBT News

Autor