Blog do Prisco
Notícias

Congresso Nacional de Sindicatos Patronais em Blumenau

“Os empresários são peças-chave para a retomada da confiança, do investimento, do emprego e do desenvolvimento econômico e social. Temos a virtude de compor o sistema CNC|Sesc |Senac, que representa a essência de um ecossistema empreendedor: somos investidores, empresas,  startups, ensino básico, médio e superior. Este é um momento de articulação entre os representantes do setor que mais emprega e movimenta a economia no país”, pontuou o diretor-secretário da CNC e presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt, na abertura do 32º Congresso Nacional de Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, na noite de quarta-feira (25), em Blumenau.

Na manhã desta quinta-feira (26), quem abriu a programação foi o governador Raimundo Colombo, com a palestra sobre os diferenciais de Santa Catarina. Mesmo diante do cenário político e econômico conturbado e queda na arrecadação, o estado mantém desempenho acima das outras federações, com o menor índice de desemprego no Brasil, controle das despesas públicas, economia diversificada e indicadores sociais entre os melhores do país.

Durante o discurso, Colombo ressaltou novamente o compromisso do governo catarinense de não aumentar a carga tributária, pauta considerada prioritária pela Fecomércio SC. “Aumentar impostos não é o caminho. Esta crise profunda, a maior dos últimos 100 anos, deve ser enfrentada com determinação. Precisamos de uma reação imediata na nova equipe econômica para o ajuste das contas públicas. Em Santa Catarina fizemos mudanças na previdência para diminuir a folha. Reduzimos os custos dos serviços e estamos próximo de um entendimento da renegociação da dívida. Nos próximos meses vamos compactar órgãos para enxugar a máquina pública. Se a economia não girar em 2017, teremos que aprofundar os cortes”, afirma o governador.

O evento realizado pelo Sindilojas Blumenau, com apoio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Fecomércio SC, entre outras entidades da região, reúne cerca de 1500 lideranças sindicais de todo país, com representantes de 16 Federações, até sexta-feira (27) no Parque Vila Germânica. Serão três dias de alinhamento, troca de ideias e debates para o aprimoramento e qualificação da linha de frente dos sindicatos.

Foto>divulgação