Blog do Prisco
Image default
Destaques

Contrponto: Deputada afirma que PDT está recebendo novos membros

A deputada Ana Paula da Silva, a Paulinha, enviou o texto abaixo. É o contraponto dela às informações publicadas no https://www.blogdoprisco.com.br/defeccoes-no-pdt-fragilizam-deputada-e-vereador-na-capital/, sinalizando para fragilidade partidária depois do desembarque de quase meia centena de pedetistas de Florianópolis. Confira:
“Foi com grande surpresa que tomei conhecimento da nota do colunista Cláudio Prisco Paraíso, nesta quinta-feira, em que o jornalista relaciona situações totalmente desconexas para tentar criar um fato inverídico.
Em primeiro lugar, o termo fragilidade não representa e nunca representou a minha história e trajetória pessoal e na vida pública, partidária e política, e não será diferente agora na Assembleia Legislativa.
O processo do PDT em Florianópolis, presidido pelo vereador Lela, não tem relação alguma com qualquer outro partido. O partido passa por um momento de estruturação e em paralelo à saída de antigos membros, temos recebido uma grande quantidade de novos filiados e simpatizantes. Neste cenário, reuniões vêm sendo feitas com o objetivo de organizar a convenção municipal, que ocorrerá em abril, antecedendo a convenção estadual em junho. Quaisquer outras questões, que tenham chegado até o referido jornalista, principalmente as de cunho pessoal, não são objeto de discussão.
Jamais cogitei a possibilidade de eu ou qualquer pessoa diretamente ligada a mim se filiar ao DEM e relacionar essa hipótese inexistente com a atuação político-partidária do prefeito de Bombinhas é de uma criatividade ímpar. Paulinho, institucionalmente, apenas segue meu exemplo de se relacionar com todas as forças políticas do Estado e da União, em defesa dos interesses de Bombinhas de forma republicana.
A lógica de que políticos de um partido não devem manter diálogo com representantes de outra sigla é um pensamento policialesco e ultrapassado na política, que não oferece nada de produtivo à sociedade catarinense.
Reitero que continuarei no PDT até o fim da minha vida, mas hoje coloco em prática um conceito extremamente importante que trago da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS), da qual sou líder: a amizade cívica, que é justamente o exercício constante de fraternidade e cooperação, independentemente da corrente ideológica ou política. Esse é o nosso jeito de fazer política, nem nova, muito menos velha, mas a boa política.
As urnas deram um recado claro em outubro do ano passado, e a imprensa também deve aproveitar esse momento de aprendizado para compreendê-lo”.

Posts relacionados

Fiesc enaltece obra de Alcides Abreu, que será sepultado nesta quinta

Autor

Técnicos da Fatma passam quase metade do tempo respondendo ofícios

Autor

Napoleão pede atuação conjunta para demandas do Vale do Itajaí

Autor