Blog do Prisco
Destaques

Conversa com Ivecio Pedro Felisbino Filho, líder da CELOS: Inovação e Segurança para o Futuro

Nesta entrevista exclusiva, batemos um papo sobre as iniciativas da CELOS, Fundação Celesc de Seguridade Social, apresentadas por seu presidente, Ivecio Pedro Felisbino Filho. A Fundação, que oferece planos previdenciários para 9 mil beneficiários e planos de saúde para 22 mil participantes, planeja se tornar referência em Santa Catarina no segmento de previdência privada complementar e planos de saúde. Por isso, está inovando ao implementar a metodologia OKR (Objectives and Key Results), utilizada pelas empresas mais inovadoras do mundo como o Google, no seu planejamento estratégico de 2024-2023  e com o lançamento de planos de saúde acessíveis. 

Não poderíamos deixar de abordar o desafiador contexto previdenciário no Brasil. Com projeções preocupantes apresentadas pelo Ministério da Previdência, Ivecio oferece insights valiosos sobre a importância de se preparar para um futuro incerto, especialmente para os jovens que devem considerar a previdência privada como uma prioridade.

Confira esse bate-papo esclarecedor sobre o futuro da previdência e dos planos de saúde.

 

Blog do Prisco: A CELOS recentemente lançou novos planos de saúde, os chamados Planos Essenciais. Poderia nos contar mais eles e como se diferenciam no mercado? 

Ivecio Pedro Felisbino Filho: “Com certeza. Em dezembro de 2023, a CELOS introduziu os Planos Essenciais, uma iniciativa inovadora que oferece opções de saúde e odontologia mais acessíveis. Estes planos foram cuidadosamente desenhados para se adaptar à realidade financeira dos nossos participantes, sem comprometer a qualidade do serviço. É uma iniciativa que busca democratizar o acesso à saúde de qualidade.”

 

Blog: Entendendo as necessidades do público, qual foi a principal motivação da CELOS ao desenvolver esses novos planos de saúde?

R: Nossa motivação central foi a inclusão. Reconhecemos que muitas pessoas de nosso público ainda estavam excluídas de um plano de saúde de qualidade devido a restrições financeiras. Portanto, nossa prioridade com os Planos Essenciais é oferecer uma solução viável para essas pessoas, garantindo que mais participantes tenham acesso a cuidados de saúde essenciais.

 

Blog: Observamos que muitas pessoas adiam a obtenção de um plano de saúde adequado. Na sua opinião, quais são os principais fatores que contribuem para essa postergação?

R: “Essa postergação é frequentemente motivada pelos custos elevados dos planos de saúde. Apesar de ser uma prioridade alta para muitos brasileiros, logo após a casa própria e a educação, os altos custos das mensalidades tornam-se um obstáculo significativo. É um ciclo que estamos tentando quebrar com nossos Planos Essenciais, tornando a saúde mais acessível.”

 

Blog: Como a CELOS conseguiu viabilizar os novos planos?

R: “Para enfrentar esse desafio, a CELOS contou com a parceria estratégica de longa data com a CELESC, que é patrocinadora dos planos. O envolvimento da Diretoria da empresa e dos sindicatos foi fundamental nesse processo. Os novos planos foram estruturados com uma contribuição diferenciada, onde 60% é coberta pela empresa patrocinadora, a CELESC, e 40% pelo beneficiário. Isso resulta em preços variando de R$60,76 a R$371,51 por participante, tornando-os acessíveis para um espectro mais amplo de beneficiários”.

 

Blog: Com a CELOS completando 50 anos, qual é o foco atual da entidade e como isso se reflete em suas estratégias e operações?

R: “Recentemente celebramos o 50º aniversário da Fundação  com a redefinição do do nosso foco, agora voltado para a inovação. Estamos comprometidos em aprimorar nossas estruturas e processos para atender às demandas dinâmicas do mercado. Isso significa investir em tecnologia, desenvolver novos produtos e serviços, e acima de tudo, manter nosso compromisso com a excelência no atendimento ao cliente.”

 

Blog: Há pouco tempo a CELOS lançou o Planejamento Estratégico para um novo ciclo. Você pode detalhar tópicos em destaque nesse novo planejamento?

R: “Claro. O novo Planejamento Estratégico da CELOS foi todo baseado na metodologia de OKRs. A metodologia OKR, que significa Objectives and Key Results, é uma ferramenta poderosa para alinhar e motivar a equipe com os objetivos da entidade. Na CELOS, estamos utilizando OKRs para garantir que todos, de executivos a funcionários, estejam trabalhando coesamente em direção às mesmas metas estratégicas. Isso nos ajuda a manter o foco e a agilidade em um ambiente de mercado em constante mudança.”

 

Blog: Olhando para o futuro, qual é a visão da CELOS para os próximos anos?

R: “Nossa visão para os próximos anos é consolidar a CELOS como uma referência em soluções de previdência e planos de saúde em todo o estado de Santa Catarina. Queremos ser reconhecidos não apenas pela qualidade dos nossos serviços, mas também pela nossa contribuição para o bem-estar e a segurança financeira de todos os nossos participantes, pensionistas, dependentes e agregados.”

 

Blog: Como você vê a evolução do cenário previdenciário no Brasil e quais são os principais desafios que enfrentamos atualmente?

R: “O cenário previdenciário no Brasil passou por transformações significativas. Nas últimas décadas, migramos de uma população majoritariamente jovem para uma realidade de envelhecimento populacional. Isso impõe desafios relevantes, como a sustentabilidade dos sistemas de previdência e a necessidade de soluções inovadoras para garantir a segurança financeira dos idosos.”

 

Blog: E qual o papel da educação financeira neste contexto de desafios previdenciários?

R: “A educação financeira é fundamental porque enfrentamos uma fragilidade na previdência pública e um baixo índice de investimento em previdência privada. É essencial que os jovens sejam educados sobre a importância de planejar financeiramente para o futuro, começando investimentos a longo prazo desde cedo para assegurar uma qualidade de vida sustentável na aposentadoria.”

 

Blog: Quais são as previsões atuais de aposentadoria pelo Regime Geral da Previdência e como isso impacta o planejamento individual para a aposentadoria?

R: “As previsões do Ministério da Previdência são preocupantes, indicando um desequilíbrio entre receitas e despesas, exacerbado pelo aumento da proporção de idosos e pelo crescimento dos pagamentos de benefícios. Tal situação coloca em risco ou em constante desvalorização os benefícios concedidos pelo Regime Geral da Previdência. E isso ressalta a importância de um planejamento de aposentadoria independente, onde a previdência privada se torna uma ferramenta essencial para garantir um futuro financeiramente seguro.”

 

Blog: Como a previdência privada pode ser uma solução viável para os desafios previdenciários que enfrentamos?

R: “A previdência privada é uma solução extremamente viável e acessível, com investimentos iniciais a partir de R$ 50. A própria CELOS possui uma solução que chamamos de CELOS Família, um plano de previdência que permite aos nossos participantes uma reserva financeira individual com investimento a partir desse valor mínimo. E a previdência privada oferece não apenas uma alternativa para complementar a previdência pública, mas também benefícios tributários significativos. Isso permite que indivíduos de diferentes faixas de renda planejem sua aposentadoria de forma mais eficaz e segura.”

 

Blog: Qual seria sua recomendação para aqueles que estão planejando depender exclusivamente da previdência pública na aposentadoria?

R: “Minha recomendação é repensar essa estratégia. Dada a situação atual da previdência pública, é fundamental estabelecer a segurança previdenciária como uma prioridade. Isso significa economizar e investir em uma previdência complementar. A preparação antecipada é a chave para garantir uma aposentadoria confortável e segura, livre das incertezas do sistema público.”

foto>LinkdIn, divulgação