Blog do Prisco
Image default
Notícias

Cooperativas Agropecuárias faturam R$ 19,9 bilhões em 2016

As 52 cooperativas agropecuárias de Santa Catarina encerraram 2016 com receita de R$ 19,9 bilhões, o que corresponde a 63% do movimento econômico de todo o sistema cooperativista do estado. De acordo com a Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), o cooperativismo catarinense cresceu 15% no ano passado, faturando mais de R$ 31,5 bilhões.

As cooperativas são grandes aliadas da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca na operacionalização e divulgação de programas de fomento agropecuário. Um dos exemplos dessa parceria de sucesso é o Programa Terra-Boa, que combina o apoio do Governo do Estado para aquisição de calcário, sementes de milho, kit forrageiras e kit apicultura, com a presença das cooperativas nos municípios, que fazem a distribuição desses produtos aos agricultores. “Essa parceria já beneficiou milhares de produtores rurais catarinenses e continuamos trabalhando juntos para aumentar a produtividade e a competitividade da agricultura familiar catarinense”, ressalta o secretário Moacir Sopelsa.

Sopelsa lembra ainda a importância do cooperativismo para o fortalecimento da agricultura catarinense, unindo os produtores e organizando as cadeias produtivas. “O agronegócio catarinense é reconhecido nacional e internacionalmente por sua excelência, e o sistema cooperativista, com certeza, contribuiu muito para alcançarmos esse status. Nosso agronegócio é formado basicamente por agricultores familiares, que encontram nas cooperativas o apoio necessário para transformar suas propriedades em negócios rentáveis, gerando riqueza e qualidade de vida no campo”.

????????????????????????????????????
As 52 cooperativas agropecuárias de Santa Catarina encerraram 2016 com receita de R$ 19,9 bilhões

Ao todo, Santa Catarina conta com 265 cooperativas, atuando nos ramos agropecuário, saúde, crédito, consumo, infraestrutura, transporte, trabalho, produção, habitacional, mineral, especial e educacional, que reúnem 2,9 milhões de associados e  mantêm 58 mil empregos diretos. O presidente da Ocesc, Luiz Vicente Suzin, destaca que em 2016 o setor investiu principalmente na base produtiva, na diversificação de produtos e serviços e na qualificação de colaboradores, dirigentes e associados. “As cooperativas ignoraram a recessão de 2015 e 2016 e continuaram crescendo, com foco no mercado e aperfeiçoamento constante da gestão”.

Este é o oitavo ano consecutivo de crescimento no setor cooperativista do estado e a expansão se deu também no número de associados, chegando a 2,9 milhões de pessoas. Levando em conta as famílias cooperadas, a Ocesc estima que metade da população catarinense esteja vinculada ao cooperativismo. Só no ramo agropecuário são 69.325 cooperados, distribuídos em 52 cooperativas em todo o estado.

Outro dado importante divulgado pela Ocesc é o crescimento na participação de jovens e mulheres no cooperativismo. Quase meio milhão de jovens de até 25 anos se associaram às cooperativas em 2016, 67% a mais do que no ano anterior.  Os jovens já respondem por 23% do total de associados e as mulheres por 37%. São 784,5 mil mulheres cooperativistas, um crescimento de 12% em comparação com 2015.

No último ano, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/SC), vinculado a Ocesc, investiu R$ 21,3 milhões em ações de formação profissional, promoção social e outras atividades. Um total de 1.909 eventos, que atenderam 125.533 pessoas – entre associados, empregados e dirigentes de cooperativas.

 

Posts relacionados

Maldaner entrega caminhão e prestigia inauguração do novo quartel do Corpo de Bombeiros de Maravilha

Fabian Oliveira

Deputado Minotto destaca “sintonia” do Governador com a Assembleia Legislativa

Fabian Oliveira

Freitas agenda vinda de futuro ministro da Fazenda a SC

Autor