Blog do Prisco
Image default
Notícias

Dalirio avalia mandato e projeta ações para o segundo semestre

O senador Dalirio Beber (PSDB-SC) fez uma breve avaliação desses quase dois meses de atividade no Senado Federal, como também fez uma projeção dos trabalhos para o próximo semestre.
“Primeiro quero reafirmar que vive-se ainda um pouco de constrangimento em função da maneira como nós chegamos ao Senado Federal. O Luiz Henrique era um homem altamente qualificado que de fato mereceu dos eleitores catarinenses essa oportunidade de coroar uma trajetória política irreparável.

Estava num belo momento e lamentavelmente saiu de cena de forma abrupta. Coube a mim, que estava na condição de primeiro suplente, vir para o Senado e dar continuidade ao mandato que é único, com o Antônio Marcos Gavazzoni como segundo suplente”.
Para o tucano essa é uma missão grandiosa. “Fui muito bem recebido não só pelos senadores tucanos, mas por todos os colegas, pela mesa diretora e pelo presidente Renan Calheiros. Todos têm sido muito solidários e disponíveis para que eu rapidamente pudesse conhecer os meandros dessa importante casa legislativa”.

Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária. À mesa, Senador Dalírio Beber (PSDB-SC) preside sessão. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária.
À mesa, Senador Dalírio Beber (PSDB-SC) preside sessão.
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Dalirio Beber é membro da Comissão de Educação (CE), da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), da Comissão de Infraestrutura (CI) e da Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR). Também participará como titular da Comissão Especial para análise do PLS nº 131 de 2015. Esse projeto de autoria do senador José Serra, pretende alterar a lei que estabelece participação mínima da Petrobras no consórcio de exploração do pré-sal.
“Nessas comissões que nascem efetivamente as leis, quando vamos ao plenário fazemos a defesa e sustentação oral dos projetos já defendidos nas reuniões das comissões”.
O senador tucano pretende dar continuidade aos projetos de Luiz Henrique com o principal objetivo de fortalecer os
municípios. “Luiz Henrique dizia sempre que quando fosse eleito governador, seria o governador mais prefeito da história de Santa Catarina. E ele foi. Meu primeiro emprego foi na prefeitura de Blumenau e na sequência tive várias oportunidades de conviver com as questões municipais e conhecer de perto as dificuldades que os gestores municipais têm enfrentado para poder atender na plenitude, as demandas das suas comunidades. O administrador municipal hoje é o primo pobre de toda a federação. As iniciativas de LHS eram, e as minhas serão, de lutar muito para fortalecer os municípios”.
Para isso, Dalirio pretende revisar o pacto federativo para garantir aos municípios uma condição melhor que atendam a população com os serviços básicos e que também possam investir em infraestrutura, saneamento , contenção de cheias, obras, etc.
“Sem demagogia, quero me comprometer com aquilo que sempre fiz, que é trabalhar para os catarinense, conhecendo as realidades e demandas de cada município. Tenho o dever de me colocar a disposição dos interesse dos catarinenses.

Faço parte do PSDB, que é um partido de oposição ao governo federal, mas tenho obrigações e o dever republicano de receber os pleitos de todos. Estou à disposição também do governador Raimundo Colombo, para juntos lutarmos pelos interesse do estado”.
No dia 22 de julho, Dalirio Beber participa da abertura do Festival de Dança, em Joinville, quando também conhecerá as instalações da Escola do Teatro Bolshoi do Brasil.
“O valor do Bolshoi é muito importante, tem um efeito multiplicador por ser um projeto social e cultural imenso, mas também por ter sido uma obra que o Brasil conquistou, e por ter sido uma obstinação de LHS, que apreciava a cultura, que tinha essa sensibilidade para as artes. Eu quero que essa minha ida ao Bolshoi signifique todo o meu carinho, gratidão e admiração a tudo que o LHS representou para Joinville, para Santa Catarina e para o Brasil”.
Dalirio acompanhará as visitas dos senadores tucanos José Serra e Aécio Neves (presidente nacional do PSDB) ao estado, que devem acontecer em agosto.
O Senado Federal entra em recesso parlamentar nesta segunda-feira (20) e volta aos trabalhos no dia 3 de agosto.

Posts relacionados

Dreveck ressalta a importância do projeto de Previdência Complementar

Autor

Aldo entrega primeira parte da Consolidação das Leis de Santa Catarina

Autor

Ministro promete Medicina da UFSC em campus do interior para 2016

Autor