Blog do Prisco
Destaques

Dário Berger vota contra o aumento do Fundo Eleitoral

Dário Berger foi o único senador catarinense a votar contra o aumento proposto na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022 discutida nesta quinta-feira (15) pelo Congresso Nacional.

A proposta praticamente triplica os recursos destinados a bancar campanhas eleitorais, passando de R$2 bilhões para quase R$6 bilhões.

O senador destacou que não há justificativa para triplicar os recursos do chamado “fundão”.

“É um absurdo. Algo desconexo da realidade do país que vive uma crise sem precedentes. Enquanto isso, Santa Catarina fica mendigando recursos para as obras intermináveis nas rodovias federais e a previsão de aumento do salário mínimo para o trabalhador é de

 R$47,00. Inaceitável”, disse Dário.

Apesar do voto contrário do senador Dário, o texto da LDO foi aprovado no Senado por 40 votos favoráveis contra 33 contrários.

O senador Dário foi contra o fundão já em 2017 e em 2020 defendeu que os recursos do fundo fossem destinados para a saúde pública.