Blog do Prisco
Destaques

Décio, se disputar, é candidato do PT

Dando sequência às informações sobre o contexto de pré-campanha em Itajaí, agora está se espalhando uma versão segundo a qual o deputado federal Décio Lima (PT) encarnaria uma frente “suprapartidária.” É quase cômico. Décio sempre foi do PT. E sempre será petista. Com o bônus que isso possa representar. Ele sempre militou na legenda é cumpadre de Lula da Silva.

Estratégia

Na verdade, essa versão parece mais uma estratégia muito bem pensada. O jogo está aberto na cidade portuária, onde o ex-petista e amigo de Décio, Volnei Morastoni, lidera, mas acumula altíssima rejeição. Com a iminente desistência de Paulo Bornhausen (PSB), nada melhor do que um projeto “suprapartidário”, não é mesmo? Também seria uma forma de o ex-prefeito de Blumenau dar uma descolada do petismo ante o brutal desgaste acumulado pela legenda de Lula da Silva.

Senado em 2018

Confirmado o fato de Bornhausen estar fora do pleito municipal em Itajaí, naturalmente ele tentará articular uma terceira candidatura ao Senado em 2018. A tendência é de congestionamento nestas vagas. Dois serão eleitos. O próprio Décio é uma alternativa, assim como Raimundo Colombo, Esperidião Amin, Paulo Bauer. Só pra ficar nos mais conhecidos.

Foto>divulgação

Posts relacionados

Delegados de Polícia pedem tratamento isonômico na Reforma da Previdência

Redação

Facisc questiona aumento de energia elétrica

Autor

César Jr. duvida que Dilma libere R$ 600 milhões

Autor