Blog do Prisco
Manchete

Defecções no PDT fragilizam deputada e vereador na Capital

A mais recente notícia envolvendo o Diretório do PDT de Florianópolis é a de que, para além de desfiliacões como a de João Bilck, ex-assessor do vereador Lela e atual Secretário do Sul da Ilha de Gean Loureiro, ocorreu pedido de renúncia de mais da metade dos dirigentes partidários visando retirar o vereador do comando da sigla. São quase meia centena de pessoas desembarcando.

Dentre os motivos estão problemas administrativos e ausência de debates com as bases partidárias. Paulinha, apesar de filiada ao PDT, tem fortes relações com o DEM e tem em Lela como um ponta-de-lança em Florianópolis. Muitos militantes lutam para construir uma frente popular ou mesmo para gestionar em favor de outras candidaturas. O ex-Superintendente do Trabalho e Emprego Luis Viegas, coordenador do movimento, garante reunir condições para unificar o partido em torno de uma única saída.

EMBLEMÁTICO

Neste contexto, foi emblemática a presença do prefeito de Bombinhas, sucessor de aliado de Paulinha, Paulo Henrique Dalago, nas agendas de Luciano Buligon com dirigentes do DEM em Brasília nesta quarta-feira.

O alcaide litorânea estava mais do que à vontade entre João Paulo Klenübing, Paulo Gouvêa da Costa, Rodrigo Maia e ACM Neto, presidente nacional do Democratas. Buligon, prefeito de Chapecó, assinará ficha no dia 12 de abril, com as presenças de Maia e ACM Neto na cidade do Oeste.

É dado como certo que a Paulinha, a exemplo do que acontece com Dalago, levará seu time ao abrigo do DEM, o que sempre é um processo delicado e que gera fragilidades, a exemplo do que está ocorrendo na Capital do Estado.

 

Posts relacionados

MEC entrega 74 ônibus escolares com recursos do FNDE à Educação de SC

Fabian Oliveira

Bolsonaro dá tiro no pé

Fabian Oliveira

Catarinense Glauco Côrte assume a presidência da CNI

Fabian Oliveira