Blog do Prisco
Notícias Últimas

Deputado dispara pesado contra organização de congresso

O deputado estadual Mário Marcondes, segundo vice-presidente da Mesa Diretora da Alesc, assinou o ofício abaixo reproduzido e que foi endereçado ao presidente da Assembleia Legislativa, Silvio Dreveck. Indignado, o tucano afirma que foi afrontado e desrespeitado pela organização do Concasan. Reclama, ainda, do setor de comunicação do Parlamento Estadual. E avisa à presidência que não mais representará a Casa em eventos deste tipo. Confira: 
“Exmo. Senhor Presidente,
Sirvo-me do presente expediente para em face da deselegante atitude de afronta e desrespeito, ocorrido na abertura do CONGRESSO CATARINENSE DE SANEAMENTO, realizada no dia 31 de agosto de 2017, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, ONDE, por indicação da presidência desta Mesa Diretora, respaldado pelo ofício AGE/GP/CR nº 170/17, onde fui designado a representar o Parlamento Catarinense, RESSALTO: 
Por completo desinteresse da organização do evento e depois de muita insistência da minha assessoria é que me chamaram para compor a mesa, improvisando inclusive, uma cadeira, pois sequer o cerimonial estava sujeito a garantir minha participação. 
Eu, enquanto representante da população, na qualidade de Deputado Estadual eleito legitimamente, diante de grave decoro, INFORMO que a partir desta data não mais irei representar o Parlamento Catarinense em eventos desta natureza. 
Ressalto também meu descontentamento com a Assessoria de Imprensa da Assembleia Legislativa, pois dado a relevância da minha representação como autoridade máxima do Parlamento Catarinense no evento, não tiveram a iniciativa de cobrir minha participação, mesmo o departamento de comunicação da Alesc possuir mais de 90 profissionais capacitados.
Solicito que o presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina encaminhe ofício como forma de repúdio e descontentamento aos responsáveis pelo evento (CASAN e SENGE/SC – Sindicato dos Engenheiros no Estado de Santa Catarina), pela forma como trataram esse parlamentar e a autoridade nele depositada na ocasião.
Constituindo-se em ato de extremo desrespeito, por certo, a conduta ora repudiada de tentar impedir a minha participação na abertura do evento, representa na verdade, grave ofensa ao povo Catarinense e à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, onde espera-se tratamento de respeito e civilidade em relação a Mesa Diretora e aos demais deputados, com o reconhecimento da indispensabilidade do papel de legisladores e fiscalizadores da administração estadual, dos interesses da população e parte integrante de um dos três Poderes constituídos.
Sem mais para o momento, externo meu TOTAL DESCONTENTAMENTO E DESRESPEITO PARA COM AO MEU CARGO JUNTO À MESA DIRETORA DESSA CASA E JUNTO A SOCIEDADE CATARINENSE, o que ora em diante, farei diretamente da tribuna dessa Assembleia Legislativa.”
Deputado estadual Mário Marcondes

Posts relacionados

ACIC promove Semana dos Núcleos Empresariais com 13 capacitações

Redação

Educação lança programa para estimular iniciação profissional e reverter distorção idade-série

Redação

Maldaner cobra sensibilidade e agilidade do DNIT

Autor