Blog do Prisco
Manchete

Deputados criticam ausência do Estado no Vale do Itajaí e assédio a prefeitos

A sessão desta  quarta-feira (12) da Assembleia Legislativa foi marcada por críticas ao governo pela ausência de ações no Vale do Itajaí e denúncia de assédio a prefeitos e lideranças do PSD.

“Nenhuma ação se concretizou em Blumenau e na região metropolitana. Na época do Colombo havia roçada e manutenção das rodovias, agora tinha a promessa de conclusão da SC-108, R$ 34 milhões para centro de convenções que não vieram, os PMs prometidos que estão em treinamento e agora que só R$ 200 mil foi colocado para a SC-108, tinha que colocar R$ 200 milhões”, avaliou Ivan Naatz (PL – foto), líder da bancada de  oposição.

O parlamentar fez uma apelo ao colega, Ricardo Alba (PSL), para que reúna a Frente Parlamentar do Vale do Itajaí para repudiar a inanição do governo do estado.

Já o deputado Milton Hobus (PSD) denunciou assédio aos prefeitos e lideranças do PSD e informou que o partido pediu ao Ministério Público que acompanhe a execução de convênios e a liberação de verbas do fundo partidário nos municípios em que os prefeitos migrarem para o PSL.

“Na condição de presidente do PSD estamos fazendo uma representação ao MPSC para que acompanhe os movimentos de mudança partidária por cooptação financeira, infelizmente articulados pelo próprio governador”, discursou Hobus, acrescentando que “o presidente do PSL visita prefeitos e lideranças políticas com tabelinha de valores”.

“Hoje em dia nada fica acobertado, sem o conhecimento de todos, as pessoas que aceitam já estão marcadas a ferro quente”, avaliou Sargento Lima (PSL), referindo-se aos prefeitos que aceitam mudar de partido. “O PL está  à disposição para subscrever o documento ao MPSC, essas denúncias já são corriqueiras”, advertiu Naatz.

Posts relacionados

Bolsonaro garante apoio do Governo Federal para reconstrução de estruturas danificadas

Redação

TJ e TRE emitem nota sobre mudança da jurisdição eleitoral para Justiça Federal

Redação

2º pedido de impeachment trata de respiradores e hospital de campanha

Redação