Blog do Prisco
Destaques

Diretoria da Celesc assina renovação de Usinas

O presidente da Celesc, Cleverson Siewert assinou hoje pela manhã, no Ministério das Minas e Energia, em Brasília, o contrato de concessão para continuar explorando, pelos próximos trinta anos, os serviços de geração das usinas Salto Weisbach, em Blumenau; Cedros e Palmeiras, em Rio dos Cedros; Garcia, em Angelina; e Bracinho, no município de Schroeder, que totalizam 63,2 MW de capacidade instalada.

celesc Clewerson e ênio 2

Pelo contrato, a Celesc vai aportar recursos de R$228,5 milhões à União a título de bônus da outorga e receberá, pelos serviços prestados, remuneração anual de R$68,9 milhões sendo que, a partir de 2017, poderá vender 30% da garantia física de geração das usinas em ambiente de contratação livre. Para a Celesc, a retomada dessas cinco usinas reafirma o compromisso de fortalecer a marca no mercado de geração de energia elétrica: “Isso nos permite cumprir o nosso Plano Diretor, que contempla aumento da capacidade de geração própria em 150MW até 2016 e 300MW até
2020. Também contribui para garantir novas receitas para o Grupo”, resume o presidente Cleverson Siewert. O contrato é resultado do leilão público realizado pela BM&F Bovespa em 25 de novembro passado para 29 hidrelétricas com contratos vencidos. Juntas, elas somam 6 mil MW de potência instalada e, com a outorga, o governo deve arrecadar R$ 17 bilhões até o final do ano. Além da Celesc, saíram vencedoras do certame as empresas Celg, Copel, Enel Green Power e a China Three Gorges Brasil Energia, que ficou a maior fatia do leilão e deverá pagar sozinha a outorga de R$ 13,8 bilhões. Firmaram ainda o documento o diretor de Geração e Novos Negócios, Ênio Branco Andrade; o diretor de Regulação e Assuntos Jurídicos, Antônio José Linhares e o representante dos empregados no Conselho de Administração, Leandro Nunes da Silva. Estiveram presentes na cerimônia os assistentes da Diretoria de Regulação, Fábio Valentin, e da Diretoria de Distribuição, Pablo Cupani Carena.

Na foto interna a partir da esquerda: Ênio Branco Andrade, Cleverson Siewert e Antônio José Linhares.

Fotos: divulgação