Blog do Prisco
Image default
Coluna do dia

Duas frentes

O governo Jair Bolsonaro está apostando todas as fichas em duas frentes: as medidas anticrime, apresentadas por Sérgio Moro e as diretrizes para a reforma da Previdência, enunciadas por Paulo Guedes.

O titular da economia visitou presidentes de Poderes, como o STF, Câmara e Senado para explicar detalhes da proposta que será enviada ao Congresso Nacional. Já o ex-juiz valeu-se da imprensa para trazer a público o pacote de combate ao crime e à violência.

As duas pautas são polêmicas. E urgentes. O Planalto tem pressa. Quer usar o capital político de Bolsonaro logo no começo para aprovar as reformas.

Moro propõe, basicamente, endurecer as penas para crimes hediondos e reincidentes e dar mais proteção e condições de trabalho aos profissionais de segurança.  As reformas constitucionais precisam de quórum qualificado, o que significa que na Câmara dos Deputados serão necessários pelo menos 308 votos. Não serão missões fáceis.

 

Mensagem

Os deputados estaduais fizeram, ontem, a primeira reunião de trabalho depois da posse.

A sessão especial foi marcada pela leitura da mensagem anual do governador.

Moisés da Silva compareceu ao Parlamento e deu seu recado. Nos bastidores, comenta-se que o governador tem sido aconselhado a buscar maior proximidade com o Parlamento.

 

Proximidade

No período compreendido entre a eleição e a posse dos deputados, Moisés da Silva quase não manteve contato com os parlamentares.

Mesmo que possa realizar suas principais ações por decreto, o governador parece estar percebendo que necessitará de uma base de apoio para administrar com mais tranquilidade.

 

Comissões

Já as Comissões Permanentes da Alesc serão instaladas nesta quarta-feira, 6. E com mudanças no regimento interno da Casa. A partir deste ano, haverá mais duas comissões na Casa.

Caberá ao presidente do Parlamento estadual, Júlio Garcia, divulgar quais partidos e blocos partidários vão ocupar quais vagas.

 

Duas novas

As duas novas comissões da Alesc serão Defesa dos Direitos do Idoso e de Assuntos Municipais. No total, o Parlamento contará com 21 comissões.

 

Trabalho

Cerca de 30 projetos já estão pautados para análise das comissões, sendo a grande maioria mensagens de vetos do governador do Estado.

 

Bastidores

Os bastidores da sessão inaugural da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa foram dominados pelo pedido de CPI da Ponte Hercílio Luz, que já conta com 13 das 14 assinaturas necessárias, e pela disposição de líderes do PSD de reverter os aumentos de ICMS, principalmente sobre a cesta básica. Aumentos foram decretados no apagar das luzes de 2018.

 

Investigação

Deputado João Amin confirmou que assinou o pedido de CPI no dia da diplomação. Agora só falta uma adesão para a comissão ser criada e instalada.

 

FRASE

“Há 30 anos se reforma a ponte, é preciso passar a limpo” Deputado Moacir Sopelsa, referindo-se à CPI da Ponte Hercílio Luz.

Posts relacionados

PSD tenta isolar PMDB

Autor

Coluna do dia

Autor

Fora do tom

Autor