Blog do Prisco
Manchete

Entenda porque a Justiça foi célere ao liberar Lula da Silva

A liberdade concedida ao ex-presidente Lula da Silva enseja duas leituras em função do seu imediatismo. A Justiça Federal concedeu o alvará de soltura nesta sexta-feira para vincular e atrelar à decisão do STF, de quinta-feira. E mais. Fez isso ainda hoje para reforçar a mobilização nacional marcada para amanhã, quando a população deve ir às ruas para protestar contra os desmandos do Supremo.

No meio da tarde desta sexta-feira, 8, o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, aceitou nesta sexta-feira (8) o pedido da defesa do ex-presidente do República Luiz Inácio Lula da Silva e o autorizou a deixar a prisão.

Condenado em duas instâncias no caso do triplex, Lula ficou 1 ano e 7 meses preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba. Agora, ele terá o direito de recorrer em liberdade e só vai voltar a cumprir a pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias após o trânsito em julgado.

Importante frisar, contudo, que o petista segue sendo um condenado. Sua sentença não foi anulada, o que será, obviamente, tentado pela defesa. Por enquanto, contudo, ele segue com a condenação no caso do tríplex do Guarujá.

Posts relacionados

SC terá R$ 30,4 milhões para ampliar ações de saúde

Fabian Oliveira

Em vídeo, Hobus faz apelo à base do PSD

Autor

Sérgio Moro fará palestra em Florianópolis

Fabian Oliveira