Blog do Prisco
Destaques

Estado assina convênio para abertura de novos leitos de UTI e construção de nova torre do Hospital Azambuja

Mantendo o trabalho de ampliação de assistência à saúde da população catarinense, o governador Carlos Moisés assinou convênio no valor de R$ 12 milhões para a construção da nova torre do Hospital Azambuja, em Brusque. Além disso, foram repassados mais R$ 5 milhões para abertura de dois novos leitos de UTI pediátrica e 10 neonatais, que estarão em funcionamento até o fim do mês. O ato ocorreu na tarde desta quarta-feira, 15, em agenda na região do Vale do Itajaí.

No período da tarde o chefe do Executivo estadual visitou a área onde será construída a torre e o local onde estão sendo instalados os novos leitos. A assinatura dos convênios ocorreu em seguida, durante ato na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB).

A nova torre com seis andares permitirá a ampliação do centro cirúrgico que hoje conta com seis salas e passará a contar com 10. Também serão instalados UTI Neonatal com 10 leitos de cuidados avançados e seis leitos de cuidados intermediários, lactário, leitos de internação clínica, 20 leitos de UTI adulto, salas de centro cirúrgico e Central de Material Esterilizado. Com o projeto, serão beneficiados cerca de 300 mil habitantes não só do município de Brusque, mas de toda a região. Além do investimento do Governo do Estado, o hospital terá uma contrapartida de cerca de R$ 2 milhões.

“É um importante hospital. Uma unidade filantrópica parceira. É muito bom saber que os recursos públicos estão sendo bem aplicados. Ampliar as ofertas de serviços é fundamental. Reforço que governar é diminuir o sofrimento das pessoas e esses investimentos vão trazer exatamente isso. Depois de dois anos de pandemia continuamos investindo em saúde para deixar o catarinense cada vez mais bem assistido. A direção do hospital me informou que é a primeira vez que a instituição recebe tantos recursos. Isso não acontece apenas na área da saúde, mas também com a educação, segurança, infraestrutura e outras áreas”, disse o governador.

O repasse de verba para a abertura dos leitos infantis faz parte da estratégia do Governo do Estado para o enfrentamento da emergência em saúde. No Hospital Azambuja, serão abertos 12 dos 82 leitos entre neonatal e pediátricos previstos. “O Hospital atendeu à solicitação SES e compreendeu a urgência do momento, adiantando a abertura dos 10 leitos de UTI neonatal que posteriormente serão transferidos para a nova torre”, explica o secretário de Estado da Saúde, Aldo Neto. “Momentos como este são o reflexo do trabalho desenvolvido por este governo. São ações de curto e longo prazo sempre com o objetivo de promover o acesso mais próximo aos serviços de saúde”, complementa.

A unidade participa da Política Hospital Catarinense, sendo hospital de porte IV, podendo receber o teto de R$ 1 milhão ao mês, atendendo às especialidades de neurologia, obstetrícia, psiquiatria, ginecologia, pediatria clínica e cirúrgica, clínica geral e hospital dia.

“A construção da Torre representa um marco na história do Hospital Azambuja, que comemora neste mês de junho, 120 anos de trajetória. Ela significa não só a ampliação de nossa estrutura, mas dos serviços oferecidos à população e reconhecemos que a assinatura deste convênio com o Governo do Estado, é o que tornará este projeto uma realidade. Carlos Moisés é o primeiro governador que olhou com carinho para a saúde” afirmou o diretor Administrativo Hospita Azambuja, Padre Nélio Roberto Schwanke.

fotos>Maurício Vieira, Secom