Blog do Prisco
Destaques

Ex-secretário Murilo Flores deixa o PSB

Ex-secretário de Estado da Administração, Murilo Flores, que disputou a eleição para prefeito da Capital em 2016, está oficialmente fora do PSB. Ele encaminhou a carta de desfiliação aos ex-correligionários e à direção estadual da legenda. O partido mudou de mãos este ano em Santa Catarina, saindo da esfera de influência da família Bornhausen e voltando a posições mais à esquerda do espectro político.

A guinada ideológica do PSB em Santa Catarina segue o movimento nacional, iniciado pelo atual presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, depois da morte do presidenciável Eduardo Campos em 2014. Murilo Flores era o presidente do PSB em Florianópolis.

 

“Florianópolis, 12 de agosto de 2019.

Ao Diretório Municipal do PSB
Florianópolis/SC

Prezados Companheiros

Desde 2016, quando me candidatei ao cargo de Prefeito de Florianópolis, sempre imaginei a possibilidade de construirmos um modelo de fazer política e de gerenciar a cidade de forma diferente do que se vê tradicionalmente. Da mesma forma, imaginava fazer com que o PSB se apresentasse junto à sociedade de nosso município absorvendo a sua diversidade e ajudasse a construir um projeto de futuro negociado e de consenso.
Nesse contexto, assumi a Presidência municipal. Mas comecei a não conseguir mais enxergar, ou pelo menos sentir, esses sonhos. Em parte por minhas próprias limitações no trato político e partidário, em parte pelas limitações da política e das práticas partidárias. Passamos muito tempo sem conseguir construir minimamente uma identidade e, ao que parece, assim seguiremos.
Entrei no PSB seguindo a liderança de Eduardo Campos. Além de antiga amizade com lideranças como Rodrigo Rollemberg e Renato Casagrande, pessoas que admiro muito e seguirei admirando. Aprendi muito nesses anos, mas não consigo participar de um processo onde não sinto capacidade de colaborar de fato. De realizar e de satisfazer meus sonhos de mudanças em nosso mundo. E não quero estar a frente de um grupo onde não me sinto capaz de construir.
Por essas e tantas outras razões, deixo a Presidência municipal do PSB com a certeza de não ter cumprido como deveria a minha missão. Mas deixo também o Partido. Não pelas razões que tantos deixaram recentemente, mas pela convicção de que não encontrarei no PSB um caminho que venha me dar satisfação plena, ainda que tenha a esperança de que o Partido possa um dia se firmar no cenário nacional. Não há nada em relação a pessoas na minha saída, mas a uma perspectiva de projeto local ou estadual.
Agradeço a todos que tentaram me ajudar nesse período, Aprendi muito com cada um de vocês. Desejo sucesso a todos.
Atenciosamente

Murilo Xavier Flores”

Posts relacionados

Futuro da política em sala-cofre do STF

Autor

Nova previdência dos servidores chega na Alesc

Autor

PSD e PSB articulam chapas em Criciúma e joinville

Autor