Blog do Prisco
Manchete

Facisc avalia como benéfica a volta do pacote trabalhista ao Congresso

O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, sinalizou que o governo tentará emplacar novamente o pacotão trabalhista rejeitado recentemente no Senado. Na avaliação da Facisc, o Ministério do Trabalho, está, novamente, estudando uma forma de modernizar a legislação trabalhista para criar possibilidades e formas de facilitar a criação de novos postos de trabalhos, com menor onerosidade. “Isso poderá ter um efeito benéfico para todo o mercado. O país está inserido num contexto mundial. Concorremos com empresas que respeitam legislações mais adaptadas à modernidade e precisamos levar isso em consideração e acompanhar estas modificações. Por isso somos partícipes de uma nova modernização na legislação trabalhista”, avalia o presidente da Facisc, Sérgio Rodrigues Alves.

No dia 1º de setembro, o Senado rejeitou medida provisória que instituía novos programas trabalhistas, alterando a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e promovendo a contratação sem carteira assinada. As mudanças foram criticadas por centrais sindicais e parlamentares.

No início desta semana, Onyx defendeu a flexibilização da legislação trabalhista e novos programas de emprego e qualificação profissional.