Blog do Prisco
Image default
Notícias Últimas

Gustavo Franco e Zeina Latif são destaques do 4º Fórum Liberdade e Democracia, que acontece na próxima quinta-feira (14), na ACM, na Capital

O maior evento de debates econômicos, políticos e sociais de Santa Catarina terá como tema o “Custo Brasil”, sobretudo como ele impacta na vida cotidiana do brasileiro.
Encontrar respostas sólidas em uma questão que para muitos brasileiros é quase abstrata, apesar de ser sentida na pele todos os dias: o “Custo Brasil”. Esse é o desafio do 4º Fórum Liberdade e Democracia, que acontece nesta quinta-feira, dia 14, das 13h30 às 19h30, na Associação Catarinense de Medicina (ACM), em Florianópolis. No ano passado, o evento, o maior do Estado a discutir economia, política e sociedade de forma ampla, reuniu mais de 800 pessoas na plateia em torno dos debates, entrevistas, palestras e painéis. Neste ano, são esperadas cerca de mil pessoas para o Fórum.
“Como um importante instrumento de conscientização da população catarinense, o Fórum pretende demonstrar que “Custo Brasil” é cobrar, em média, 35% de impostos sobre remédios e revelar que isso tem impacto negativo sobre nossa expectativa de vida”, exemplifica Pedro Fernandes, presidente do Instituto de Formação de Líderes (IFL-SC), que organiza o evento. “O Brasil ocupa a 109ª posição do ranking do Banco Mundial em matéria de facilidade de se fazer negócios, ou seja: há outros 100 países mais interessantes e atraentes para se negociar e investir. Mas isso não se reflete somente em indicadores econômicos. Na verdade, influencia todos os demais aspectos do desenvolvimento humano, como saúde, educação, segurança, renda e trabalho”, complementa Pedro.
Dois livros serão lançados durante o evento. “Excuse Me, Professor” (Desculpe-me, Socialista) de Lawrence Reed, o convidado internacional do 4º Fórum, e o eBook “Custo Brasil”, que tem como autores associados ao IFL-SC.
Pedro adianta que os principais destaques desta edição são: Gustavo Franco (foto), ex-presidente do Banco Central e mentor do Plano Real, que completou 25 anos recentemente; Zeina Latif, economista-chefe da XP Investimentos; Augusto Nunes, jornalista e comentarista político com quase 50 anos de carreira; Alexandre Schwartsman, consultor econômico e ex-diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central; e Lawrence Reed, presidente da Foundation for Economic Education.
Gustavo Franco vai traçar um paralelo entre as importantes mudanças que o Brasil viveu nos anos 1990 e 2000 e aquilo que precisa ser feito hoje para o país retomar o rumo certo. Já Zeina Latif vai analisar as turbulências políticas e econômicas pelas quais o país passa e traçar perspectivas sobre os cenários macroeconômicos do Brasil para os próximos cinco a 10 anos.
Saiba mais sobre o conteúdo das palestras:
Lawrence Reed
Protecionismo ou Livre Mercado? Reed fará um keynote destinado à apresentação do livre mercado como um sistema eficiente na promoção do desenvolvimento econômico e humano. Além disso, a palestra compara o livre mercado ao protecionismo, apontando as falhas práticas e lógicas do protecionismo.
João Batista Oliveira e Ana Carla Abrão
Educação e Produtividade: neste painel será discutido exatamente aquilo que o seu título propõe, educação e produtividade. Serão explorados os detalhes das políticas educacionais das últimas décadas, analisando os métodos pedagógicos adotados ao perfil dos gastos em educação — e como todos esses aspectos influenciam e influenciarão a produtividade brasileira, que está estagnada há mais de 30 anos.
Zeina Latif e Alexandre Schwartsman
Perspectivas Econômicas: o Brasil recentemente enfrentou a pior crise de sua história, retraindo seu PIB em mais de 7%. O governo Michel Temer trouxe certo otimismo, mas não materializou todas expectativas no âmbito econômico em função de turbulências políticas. Hoje, o governo Jair Bolsonaro corre risco de também não materializar todas expectativas pelo mesmo motivo, colocando importantes reformas em uma condição de timidez. Dessa forma, o objetivo do painel Perspectivas Econômicas é discutir os cenários macroeconômicos do Brasil para os próximos cinco a 10 anos.
Joseph Teperman e Rocelo Lopes
Soluções Empreendedoras para o Custo Brasil: a atividade empresarial é pautada, sobretudo, na identificação e solução de problemas — independentemente se fazem parte da esfera privada ou pública. Dessa forma, a solução para os obstáculos postos ao empreendedorismo podem ser encontrados na própria atividade empreendedora. O painel Soluções Empreendedoras para o Custo Brasil trará as dimensões privadas para solucionar este problema público. Joseph Teperman, especialista em tendências do mercado de trabalho para as próximas décadas, contextualizará o empreendedorismo, o Brasil e o mundo no século XXI no âmbito do trabalho e da formatação das carreiras individuais. Rocelo Lopes, especialista em criptomoedas e empreendedor do ramo, demonstrará o como o universo do blockchain traz oportunidades para a solução do Custo Brasil.
Augusto Nunes e Eduardo Wolf
Os Desafios Políticos Brasileiros: o Custo Brasil, para ser solucionado, demanda reformas radicais na formatação do Estado. Para tanto, é preciso a formação de lideranças políticas competentes e comprometidas com os valores de liberdade e Estado de Direito — e que ainda não conseguem compor uma maioria para conduzir o País no contexto democrático. Além disso, enfrentamos uma corrupção generalizada no papel do Estado, que se ocupa, sobretudo, de atribuições às quais não deveria ser destinado. Assim, o objetivo do painel é discutir as dimensões políticas do desafio de reformar o Estado brasileiro, prezando, fundamentalmente, pelas liberdades individuais e pelo Estado de Direito.
Gustavo Franco
25 Anos do Plano Real: a um quarto de século do mais importante projeto político, econômico, social e civilizatório que o Brasil já vivenciou, são necessárias reformas tão profundas quanto aquelas do Plano Real. Desde uma reformulação do Estado para blindá-lo cada vez mais da cooptação por grupos de interesse e pela corrupção, bem como a necessidade de aprovação da Reforma da Previdência. Portanto, um dos mentores do Plano Real comentará sobre a realidade política e econômica brasileira à luz do aniversário de 25 anos do mais importante projeto nacional já edificado.
Após todas estas reflexões, análises e definições, Pedro Fernandes espera que o 4º Fórum Liberdade e Democracia mostre claramente que o “Custo Brasil” não é uma matéria de pura abstração, ou tão somente reservada à economia. “O ‘Custo Brasil’ é um atraso de desenvolvimento humano que o País enfrenta”, finaliza.
Serviço
O quê: 4ª Fórum de Liberdade e Democracia: “Custo Brasil”;
Quando: 14 de março (quinta), das 13h30 às 19h30;
Local: Associação Catarinense de Medicina (ACM), Rodovia José Carlos Daux, 3854, Saco Grande, Florianópolis;
Inscrições: terceiro lote R$ 82 (inteira) e R$ 41 (meia) para estudantes e professores. À venda nos sites da Blueticket.

Posts relacionados

João Rodrigues conquista mais de R$ 7 milhões em emendas federais

Autor

Mensalão de MG leva tucano à cadeia

Autor

Acari Luiz Menestrina: uma história de empreendedorismo e sucesso

Autor