Blog do Prisco
Image default
Notícias

Homenagens marcam a cerimônia de 40 anos da Fepese

A solenidade de 40 anos da Fundação de Pesquisas e Estudos Sócio-Econômicos (Fepese) foi realizada nesta quinta-feira (26), em Florianópolis. Durante o evento, foi lançado o novo site da instituição, o vídeo comemorativo, além de homenagens a alunos, colaboradores e parceiros. “Muitos nomes fazem parte da história da Fepese ao longo de tantos anos e, na inviabilidade de homenagear a todos, entregamos placas simbolicamente àqueles que se destacaram nas suas atribuições”, disse o presidente da Fundação, Mauro Fiuza.

O primeiro presidente da Fepese, professor Ermes Tadeu Zapellini, um dos homenageados da noite. lembrou das dificuldades do início da Fundação, como a falta de sede própria e os cursos, especializações e capacitações em outras cidades.“Olhando para o passado, tenho certeza que tudo o que fizemos, o quanto batalhamos, valeu a pena. Existem efeitos multiplicadores que se espalharam por meio da Fepese. Tantas parcerias, projetos que ajudaram no desenvolvimento de carreiras, de empresas e até mesmo de cidades catarinenses”, enfatizou.

Presidente da Fepese, Mauro Fiuza, entrega placa ao primeiro presidente, professor Ermes Zapellini
Presidente da Fepese, Mauro Fiuza, entrega placa ao primeiro presidente, professor Ermes Zapellini

Uma homenagem especial foi realizada em memória do ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), professor Luis Carlos Cancellier de Olivo. A placa de agradecimento pelos trabalhos realizados como colaborador da Fepese com como reitor da Universidade foi recebida pelo amigo Tiago Augusto Teixeira. “É com muito respeito que fazemos esta menção, pela trajetória do professor Cancellier, sua dedicação ao ensino e sua colaboração no período em que esteve como assessor jurídico da Fepese”, destacou o superintendente geral da Fundação, Marcelino Hirofumi Ito.

A parceria entre a instituição e a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) com o programa Antonieta de Barros também foi destaque. Com o objetivo de incluir jovens que teriam menos oportunidades no mercado de trabalho, os estudantes do programa são selecionados em processo seletivo que levam em conta conforme critérios como etnia, deficiência, gênero e condição socioeconômica.

Para o presidente Mauro Fiuza, a ação inclusiva é uma das grandes bandeiras da Fepese. “Em 1977, os 70 professores do Centro Socieconômico que fundaram a Fepese estavam comprometidos em criar e coordenar pesquisas, prestando serviços e executando projetos de interesse comunitário. Este programa traduz o espírito da instituição”, salientou.

Também foram entregues placas comemorativas e brindes para a aluna Carolina Kowalski Piazza, pelo melhor índice acadêmico acumulado no primeiro semestre de 2017 do curso de Ciências Econômicas; e para o funcionário mais antigo da Fundação, Luis Gonzaga Correa. Como agradecimento pela parceria ao longo de 40 anos, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu) entregou uma homenagem à Fepese. 

Em 40 anos da Fepese, foram executados mais de mil projetos, aproximadamente 300 concursos e foram concedidos 16 mil estágios, auxiliando jovens a darem o primeiro passo em rumo ao mercado de trabalho. 

Foto> Antônio Mafalda

 

Posts relacionados

Decio e Vignatti querem unidade no PT-SC

Autor

Projeto de lei quer tornar involuntária a internação de dependentes químicos

Autor

Tebaldi define apoio a Bolsonaro e Merísio no segundo turno

Autor