Blog do Prisco
Manchete

Juiz afasta vereador e prefeito de Ituporanga preserva mandato

Em sessão na terça-feira, 15, a Câmara de Vereadores de Ituporanga não acatou o pedido de cassação do mandato do prefeito Osni Francisco de Fragas, o Lorinho (foto).

O placar foi desfavorável ao prefeito – setes votos pela cassação e contra contrários -, mas a oposição não conseguiu alcançar o quórum qualificado. Ele segue no cargo.

Tudo porque a defesa de Lorinho, a cargo do advogado Marcos Probst, conseguiu liminar na Justiça, afastando o vereador Leandro May da votação. A decisão possibilitou que o suplente dele votasse.

O presidente da Câmara de Ituporanga tentou reverter o despacho do juiz Márcio Preis, mas não obteve êxito.

Em seu despacho, o magistrado assinalou: “Logo, considerando que é evidente que o vereador Leandro May possui interesse na espécie, porquanto foi o primeiro edil a trazer à baila os fatos investigados, resta induvidoso o impedimento dele para participar das deliberações relacionadas à cassação do mandato do impetrante.”

Posts relacionados

Liminar garante retorno do prefeito de São Francisco ao cargo

Redação

MDB sofre duro golpe em São José

Redação

STF autoriza que SC invista menos em Saúde

Redação