Blog do Prisco
Manchete

Juíza anula decisão nacional do PSB e reconstitui diretório estadual

A juíza Gabriela Guimarães de Faria, do Distrito Federal, acatou mandado de segurança impetrado pela defesa de Ronaldo Freire e Cau Harger, anulando a “decisão liminar” do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, que interviu e dissolveu sumariamente o diretório estadual no fim de abril.

Com isso, Freire, até segunda ordem, volta a presidir a seção Barriga-Verde do Partido Socialista Brasileira e Harger reassume como secretário-geral. Os demais integrantes deste grupo também voltam às suas funções.

Após a intervenção, Siqueira nomeou o ex-vereador da Capital, Adir Gentil, para a presidência da legenda em Santa Catarina. Decisão que perde validade e fica pendente de novos desdobramentos desta guerra judicial que promete ainda muitos capítulos.

Em seu despacho, a magistrada brasiliense anotou que a canetada de Siqueira feriu pelo menos dois artigos do estatuto do PSB: não houve o prazo de oito dias, antes de uma audiência, para então ocorrer a intervenção no órgão subordinado e nem está presente o quórum mínimo de 60/% dos integrantes do diretório nacional.

Ao final da sentença, a juíza assinala: “DEFIRO A LIMINAR para suspender a “decisão liminar” assinada pela presente autoridade coatora na comunicação a que procedeu, constante do ID 33769323, fazendo com que o órgão diretivo estadual do PSB de Santa Catarina que foi destituído reassuma suas funções e aí

permaneça até segunda ordem deste Juízo ou determinação de destituição do órgão nacional que, desta vez, cumpra com todos os requisitos estatutários para tanto.”

 

 

Posts relacionados

Bolsonaro e Moisés: mão e contramão

Redação

Detran e PGE afirmam que não há descumprimento de ordem judicial

Redação

Distante de Moisés, Bolsonaro se aproxima da vice

Redação