Blog do Prisco
Coluna do dia

Libera geral

No meio da bandidagem, existem vários códigos e senhas para ações e táticas de atuação. Uma das mais conhecidas é o salve geral, quando os chefes da criminalidade dão ordem para que seus súditos toquem o terror na sociedade, com tiroteios, ameaças, incêndios, etc e tal.

Não é possível saber de onde veio exatamente a inspiração, mas o STF subverteu a regra dos bandidos relativamente ao salve geral. Os ministros decretaram o libera geral. Em uma semana, os magistrados da mais alta corte do país soltaram quatro personagens-chave da Lava Jato: João Cláudio Genu, o “homem forte” do PP no petrolão; José Carlos Bumlai, empresário e amigão da Lula da Silva, Eike Batista, que dispensa apresentações, e José Dirceu, notório operador dos esquemas de corrupção que marcaram os governos do ex-metalúrgico.

Do ponto de vista da legalidade, as decisões do Supremo até se justificam. Sob a ótica do  trabalhador, de quem produz e paga impostos, a libertação do quarteto em tão curto período de tempo tem apenas um significado: está aberta a temporada de caça à Lava Jato e todos podem ser sócios a qualquer tempo nos negócios inconfessáveis de Brasília. Salvo engano, evidentemente!

 

Reação

Os integrantes da força-tarefa da Lava Jato, mais de 300 pessoas entre procuradores, policiais, servidores e juízes, já demonstraram forte poder de reação a outras investidas contra a operação. Mas o golpe chamado Zé Dirceu livre foi o mais forte até agora.

 

Tripé

Dias Toffoli, hoje ministro do STF, frequenta o círculo íntimo da cúpula petista desde há muito. Tem ligações históricas com José Dirceu e o ex-presidente petista. Votou, assim como Ricardo Lewandowsky, que nunca escondeu sua, digamos, simpatia pelo partido, favoravelmente à soltura do ex-guerrilheiro. O terceiro a endossar foi Gilmar Mendes, não menos notório por suas atuações que lembram advogados em começo de carreira.

 

Desmoralização

José Dirceu pode ser preso novamente (se é que ainda não foi no interstício entre o fechamento da coluna e sua publicação), mas o trio de ministros do STF manchou a história da corte. No tribunal das redes sociais, a concessão de liberdade a José Dirceu rendeu prisão perpétua aos três.

 

Pena

José Dirceu é condenado a mais de 32 anos de prisão. Mas foi solto pela mais alta corte do país!

 

Dominó

Figuras do calibre de Antonio Palocci, João Vaccari, Eduardo Cunha e Sérgio Cabral têm tudo para avocar para si as prerrogativas aplicadas à liberdade concedida a José Dirceu.

 

Meia volta

Antonio Palocci já sinalizou que pode abandonar a adiantada negociação para acordo de delação premiada para seguir os passos do correligionário José Dirceu rumo à liberdade.

 

Doria em SC

Sangue novo na política e já notório no cenário paulista, o prefeito da Capital daquele Estado, João Doria, estará na Fiesc sexta-feira. Fará palestra sobre os “Primeiros 100 dias de desafios frente à maior prefeitura da América Latina: suas ideias e metas para transformar a gestão pública”. Começa a partir do meio-dia. A Fecomércio está promovendo o encontro.

Posts relacionados

Apelo sindical

Autor

Colombo X Merisio

Autor

O Dia D

Autor