Blog do Prisco
Notícias Últimas

Live tratará da exportação como estratégia competitiva para as empresas

Transmissão será nesta segunda-feira (29), às 9 horas, pelo canal da Facisc no Youtube

 “Exportação para iniciantes” é o tema da live promovida pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) para o HUB Empresarial catarinense, com apoio do Núcleo de Comércio Exterior e Logística Internacional da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) via Programa Comex em Pauta e da Unoesc Chapecó. A palestra será nesta segunda-feira (29), às 9 horas, com transmissão pelo canal da Facisc no Youtube: youtube.com.br/facisc.

 A convidada para a live é a diretora de relações internacionais e comércio exterior da ACIC, monitora do Programa de Qualificação para Exportação PEIX/Apex-Brasil (Unoesc) e professora de comércio exterior na Unoesc, Inocencia Boita Dalbosco.

 O Brasil é um grande exportador e Santa Catarina se destaca com empresas que enviam produtos para países de todos os continentes. Em Chapecó, muitas empresas mantêm comércio internacional. Porém, nem sempre são transações fáceis de entender para quem está iniciando nesse processo ou pretende começar.

 Inocencia comenta que o setor de exportações sofreu grandes impactos no atual cenário econômico, mas pode ser alternativa para as empresas catarinenses buscarem opções para a retomada das atividades e para a superação da crise provocada pelo novo coronavírus.

 O objetivo é sensibilizar empresas para as estratégias de internacionalização, principalmente para a exportação. “Falaremos sobre a entrada no mercado internacional e que isso é uma oportunidade para pequenas, médias e grandes empresas, independentemente do segmento em que atuam e dos produtos que oferecem, além de motivar para que se arrisquem na exportação”, frisa Inocencia.

 De acordo com a diretora da ACIC, a exportação pode aumentar a rentabilidade das empresas, melhorar o faturamento e contribuir para a comercialização de produtos sazonais. “Temos alguns itens que são consumidos em tempos específicos, como aqueles que são vendidos no verão. Agora, com o inverno, pode ser identificado mercado em outro país, aproveitando para alavancar as vendas e para entrar no comércio internacional”, assinala Inocencia, ao acrescentar que esse mercado é burocrático, mas é possível desde que a empresa esteja preparada.

Posts relacionados

Encontros mobilizam supermercadistas catarinenses

Autor

Celesc: Expansão para telefonia e vendas

Autor

Mãe de Colombo sofre AVC, mas passa bem

Autor