Blog do Prisco
Coluna do dia

Lula, 25

Somando-se à pena que Lula da Silva já está cumprindo desde abril do ano passado pelo caso do tríplex do Guarujá à sentença da juíza Gabriela Hardt, o petista já soma 25 anos de condenação. Por corrupção e lavagem de dinheiro.

A magistrada substituiu Sérgio Moro à frente da Operação Lava Jato em Curitiba. E tem se mostrado ainda mais severa do que o hoje ministro. Ela aplicou uma pena maior ao ex-mito do que o antecessor.

Outras seis ações criminais envolvendo Lula da Silva tramitam na Capital do Paraná. Ou seja, a travessia dele é penosa, os autos são vastos e repletos de detalhes. Só que a figura do petista, representada pelo advogado Cristiano Zanin, não vai recorrer da nova condenação somente no Brasil. Vão acionar o Comitê de Direitos Humanos da ONU. Mais uma bela pérola oferecida pelos defensores do ex-presidente.

Não bastasse isso, contudo, a deputada federal Gleisi Hoffmann, que não se candidatou novamente ao Senado no Paraná porque não tinha votos, teve o desplante de afirmar que a nova condenação, que já era esperada nos bastidores, só veio para apagar o brilho da indicação de Lula ao Prêmio Nobel da Paz.

 

Inacreditável

Isso só pode ser brincadeira. A não ser uma meia dúzia de petistas e esquerdistas, ninguém está levando a sério essa palhaçada de Lula Prêmio Nobel. Isso não passa de uma presepada. Evidentemente que a Academia não vai levar em consideração essa “indicação.”

 

Golpe

Na verdade, essa campanha foi lançada para tentar intimidar Gabriela Hardt a não condenar Lula novamente. Não funcionou. Na verdade, ainda há alguns petistas que acreditam que podem enganar a sociedade brasileira com factoides, com esse tipo de prática, de malandragem. Isso é deboche, cinismo.

 

Dura lex sed lex

A realidade é que Lula da Silva precisa enfrentar os fatos, as condenações por corrupção e lavagem de dinheiro. E encarar outras acusações pesadas que existem contra ele. Não adiante esse pessoal ficar de conversa mole, de conversa fiada com ONU, Nobel da Paz. As eleições do ano passado deixaram claro que esse tipo de prática não cabe mais.

 

Diferenças

A sentença de Gabriela Hardt agora será remetida, mediante recurso, ao TRF-4, de Porto Alegre. O mesmo tribunal que aumentou a pena de Lula na primeira condenação, aquela lavrada por Sérgio Moro. Ele condenou o ex-presidente a 9,5 anos de detenção.

 

Colegiado

Os três magistrados que julgaram novamente o caso do tríplex na capital gaúcha elevaram a pena para 12 anos e um mês de xilindró. Depois de novamente condenado na segunda instância, Lula foi preso e cumpre pena por enquanto por apenas esse julgamento.

 

Expectativa

Agora a juíza paranaense determinou que o condenado cumpra 12 anos e 11 meses de cadeia pelo caso do sítio de Atibaia. A conferir como será o posicionamento do TRF-4 agora. Manterá a sentença de Gabriela? Aumentará novamente a condenação? Ou diminuirá a pena?

Posts relacionados

Catarinense Jorge Mussi assume corregedoria do TSE

Autor

Tendências

Autor

Marcas napoleônicas

Autor