Blog do Prisco
Manchete

Mesa Diretora da Alesc no caminho do impeachment

Uma nova informação surgiu na Assembleia sobre a tramitação do processo de impeachment de Moisés da Silva.

Antes da formação da comissão especial, que seria o próximo passo após o pedido de informações da Procuradoria da Assembleia, o governo solicitou a apreciação do presidente da Casa, Júlio Garcia; ou da Mesa Diretora.

Colegiado

É pouco provável que o deputado delibere sozinho. Ele costuma democratizar e tomar estas decisões de forma colegiada. Contudo, até os pombos da Praça XV sabem da influência que Garcia exerce no Legislativo estadual.

Caminho

Se o presidente ou a Mesa Diretora da Casa entenderem que não há elementos suficientes para justificar o pedido de impeachment, o processo vai diretamente ao arquivo. E fim de papo. Caso contrário, a matéria será apreciada na comissão especial e depois em plenário, um trâmite que tende a ser longo e desgastante.

Desgaste

Não há hoje clima para aprovação do impeachment. Mas essa questão de tramitação, se o processo continuar, vai gerar desgaste desnecessário ao governador em ano eleitoral.

Fatura

Caso o pedido de impeachment vá para o arquivo antes da formação da Comissão Especial, Moisés da Silva ficará devendo uma para Júlio Garcia. Os dois mantém hoje relacionamento absolutamente protocolar.

Data

Dificilmente Júlio Garcia irá chamar os integrantes da Mesa Diretora da Alesc para tratar de impeachment esta semana.

Eles devem ser convocados pelo presidente na semana que vem, quando acaba o recesso do Legislativo.

foto>Rodolfo Espínola, ag. Alesc

Posts relacionados

Prefeitura de BC questiona governo do Estado sobre edital do Centro de Eventos

Redação

Bruno Souza assina no Novo olhando para a eleição municipal

Redação

Plano de ação do governo para a infraestrutura é apresentado em encontro na Fiesc

Redação