Blog do Prisco
Notícias

Mobilização do Ministério Público contra a corrupção

Procurador da República Deltan Dallagnol, um dos responsáveis pela Operação Lava-Jato,
é um dos convidados.

A cada nova fase deflagrada pela Operação Lava-Jato a população brasileira acompanha o surgimento de novas estratégias para diminuir os casos de corrupção no País. O Ministério Público Federal (MPF), responsável direto pelas investigações de um dos maiores esquemas de desvio de dinheiro público do Brasil, lançou oficialmente neste mês a campanha “10 Medidas Contra a Corrupção”, que pretende atingir 1,5 milhão de assinaturas para 20 anteprojetos de lei que objetivam dar mais ferramentas à Justiça para punir os agentes públicos que cometam atos de improbidade e prevenir tais tipos de delitos.

MP CONTRA A CORRUPÇÃOEm nosso Estado, a Associação Catarinense do Ministério Público (ACMP), através de articulação com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), apoia a iniciativa do MPF e trabalha em conjunto para divulgar as propostas aos cidadãos. O Diretor da ACMP, Promotor de Justiça Marcos Augusto Brandalise, participa de palestra, no dia 28/9 (segunda-feira), às 19h, no campus da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC) Pinhalzinho, sobre o combate à corrupção. O Procurador da República Deltan Dallagnol, integrante da força-tarefa da Lava-Jato, e o Promotor de Justiça da Comarca de Pinhalzinho Alexandre Volpato, também integram o debate. Dallagnol participa através de webconferência.
“A corrupção é um fenômeno que merece atenção não apenas do Ministério Público, Poderes e demais Instituições. Ela é um problema que afeta cotidianamente a população, pois o dinheiro desviado nesses atos reflete em direitos sociais básicos como saúde, educação, moradia, entre outros. Portanto, os crimes de improbidade devem ser tratados como uma lesão provocada a todos os brasileiros”, afirma Brandalise. Segundo dados do último relatório de gestão institucional, o Ministério Público catarinense totalizou, em 2014, 2.462 denúncias de crimes contra a Administração Pública, 0,98% a mais do que no ano anterior.
Mundialmente o Brasil ocupa o 69º lugar, num ranking de 175 países, segundo o Índice de Percepção da Corrupção de 2014, elaborado todos os anos pela organização Transparência Internacional. O País obteve uma sensível melhora de três posições em comparação ao relatório de 2013. A Dinamarca é o país menos corrupto, segundo a pesquisa.
Serviço

O que? Palestra de combate à corrupção com os Promotores Marcos Brandalise, Alexandre Volpato e o Procurador da República Deltan Dallagnol.
Quando? Dia 28 de setembro, segunda-feira, 19h
Onde? Campus da Unoesc Pinhalzinho, auditório central.
Quanto? Gratuito
Promoção: Núcleo de Jovens Empreendedores do Município de Pinhalzinho e Associação Bom Samaritano
Apoio: Associação Catarinense do Ministério Público, Ministério Público de Santa Catarina, UNOESC, Zetta Brasil e Rádio Centro Oeste (RCO).

Conheça a campanha “10 Medidas Contra a Corrupção”

• Site oficial: www.combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas/10-medidas
• Resumo das medidas: http://combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas/docs/resumo-medidas-frente-verso.pdf
• Propostas legislativas: http://combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas/docs/medidas-anticorrupcao_versao-2015-06-25.pdf
• Sumário executivo: http://combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas/docs/sumario_executivo.pdf

Foto: reprodução