Blog do Prisco
Notícias

Modernização do Aeroporto Hercílio Luz é tema de audiência com ministro

Uma audiência em Brasília marcada pelo deputado federal Esperidião Amin (PP) reuniu parlamentares catarinenses de diferentes correntes partidárias. O encontro com o Ministro-Chefe da Secretaria de Aviação Civil, Guilherme Ramalho, objetivou esclarecimentos a respeito do processo de privatização do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, e teve entre os presentes os deputados federais Mauro Mariani (PMDB) e Jorginho Melo (PR), os senadores Dalirio Beber (PSDB) e Dario Berger (PMDB), e os deputados estaduais João Amin (PP) e Gean Loureiro (PMDB). O encontro marcou a posição da comitiva de Santa Catarina em torno da necessidade urgente de modernização do aeroporto.

Aeroporto Hercílio Luz bancada

O deputado Esperidião Amin destacou que existe uma discrepância entre o valor do investimento previsto para a licitação e o dos orçamentos do PAC e do Acordo de Cooperação nº 003/2010/0001, firmado pela Infraero com o Governo do Estado e a Prefeitura de Florianópolis. Durante a reunião foi apresentado um diagnóstico atual do Hercílio Luz, bem como um plano de expansão e execução com valores superiores a R$ 900 milhões. O ministro Guilherme Ramalho informou a comitiva que duas empresas já se mostraram interessadas na concessão e que em junho deverá ser aberta a concorrência. “Antes disso teremos audiências presenciais para discutir as mudanças, sendo que a primeira delas deve ocorrer em maio”, afirmou o ministro. Segundo ele, “Florianópolis vai ter um aeroporto digno da beleza de sua cidade”. Presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa, o deputado João Amin ressaltou alguns pontos: “O processo licitatório vai estipular que a empresa vencedora terá 24 meses para executar as obras de acordo com os padrões internacionais, com a obrigação de ampliação em caso de aumento da demanda. O ministro garantiu que o Hercílio Luz terá o dobro da capacidade inicialmente planejada pela Infraero.” Também participaram da audiência no Ministério as seguintes entidades e seus representantes: COMDES (Adriano Ribeiro), CREA (Celso Leal), FIESC (Egidio Martorano), Secretário Estadual de Transporte e Obras (João Carlos Ecker), Secretario de articulação Nacional do Estado (Acélio Casagrande), CONVENTION BUREAU (Humberto Freccia Neto) e FORTUR.

Fotos: divulgação

Posts relacionados

Albuquerque: “Buligon é um líder que une, agrega, ouve mais do que fala”

Autor

Morastoni negocia instalação de posto da Polícia Militar Rodoviária na Antonio Heil

Autor

José Caramori cobra Gilberto Kassab em Brasília

Autor