Blog do Prisco
Manchete

”Não sei quem fica, não sei quem sai, mas sei quem perde: SC”

O ex-governador Raimundo Colombo cumpriu agenda em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. Participou de reunião com o prefeito de Rio do Sul, José Eduardo Rothbarth Thomé (foto), e concedeu entrevistas para a imprensa. Colombo lembrou que nos últimos dois anos e meio estudou e leu muito para entender todas essas mudanças na política.

O ex-governador voltou a cobrar medidas mais eficientes no combate à pandemia em Santa Catarina, como aceleração da oferta de vacinas, e também ações de proteção aos setores econômicos mais afetados.
Questionado sobre o processo de impeachment do atual governo, com julgamento previsto para esta sexta-feira, Colombo afirmou: “Não sei quem fica, não sei quem sai, mas sei quem perde: Santa Catarina”. E questionou: “Que tipo de governo você está oferecendo para a sociedade. Santa Catarina que era vista como um Estado de referência, melhor Estado do Brasil, com taxa de desemprego baixo, com crescimento econômico alto e com um governo respeitável e hoje está numa situação dramática.

O ex-governador também falou sobre os planos para 2022, reforçando que está à disposição para apoiar o projeto construído pelo PSD. “Santa Catarina não vai ficar órfã. Não vamos deixar os catarinenses sem opção, nem a mercê desses que estão aí”.