Blog do Prisco
Coluna do dia

Novos números

Lideranças políticas do atual governo estadual e também grandes empresários costumam dizer que Santa Catarina entrou depois e está saindo antes da maior crise econômica da história deste país.

Fechados os números do quadrimestre, revelou-se que por aqui foram gerados 24 mil novos postos de trabalho, um dos resultados mais expressivos no contexto nacional. Na seara pública, os dados também começam a inspirar confiança em uma verdadeira retomada do crescimento.

Nos primeiros quatro meses do ano, a Fazenda estadual arrecadou 7% a mais em relação ao ano anterior. A inflação no mesmo período foi de 4,5%, dentro da meta e abaixo do que foi arrecadado, configurando ganho real para o governo de 2,5%.

Esses sinais, que também já são sentidos no âmbito federal, permitiram, por exemplo, que Michel Temer adotasse uma medida generosa: pagamento de débitos das prefeituras com a União em até 200 parcelas; bem como a  redução dos juros da dívida em 80% e das multas em 25%. Um baita alívio para as prefeituras, em Santa Catarina são 295,  que terão mais dinheiro, em tese, para investir, o que também ajuda a economia a girar. Mas ainda é cedo para comemorar. O momento recomenda muita cautela.

 

Rombo

Mais de R$ 75 bilhões. É o que devem os municípios à viúva chamada União.

 

Barganha

Enquanto prefeituras têm dívidas parceladas suavemente, com descontos nos juros e multas, o cidadão continuará a pagar a conta. A “bondade” de Temer com os prefeitos tem nome e sobrenome: aprovação da Reforma da Previdência.

 

Ágape

Depois da inauguração da Escola de Ensino Médio Governador Luiz Henrique da Silveira, em Joinville, esta semana, a confraternização foi à mesa. Dona Ivete Appel da Silveira, viúva de LHS, ofereceu em sua residência um almoço para autoridades convidadas, entre elas o governador, o ministro da Educação, Mendonça Filho,  e pelo menos quatro pré-candidatos à sucessão de Raimundo Colombo.

 

Quarteo

O prefeito Udo Döhler, o senador Dário Berger e o deputado federal Mauro Mariani, todos do PMDB, participaram.  Pelo PSDB, o candidatável presente foi o senador Paulo Bauer. Já houve quem vislumbrasse ali uma chapa majoritária quase completa: um dos três do PMDB na cabeça, Bauer e Colombo ao Senado, ficando em aberto o espaço de vice!

 

Alô, alô?

Relato de um deputado, aliado do Centro Administrativo, esta semana a colegas na Assembleia. Depois de ligar três vezes para determinado secretário, que será candidato no ano que vem, ele não conseguiu marcar uma audiência.

 

Pegadinha

Intrigado, para não usar outro verbo, o parlamentar pediu a um prefeito próximo dele que tentasse uma agenda com o dito secretário. Bingo. No dia seguinte, o alcaide foi recebido. O deputado que tentava o contato, sem sucesso, foi junto para deixar bem claro que estava sabendo que há boicote a parlamentares aliados dentro do governo.

 

Na estrada

Polêmico deputado Jair Bolsonaro, que vem aparecendo bem colocado nas pesquisas para presidente, chega a Santa Catarina nesta quinta. Fará uma palestra, aberta ao público, no Hotel Majestic a partir das 15h. Promessa de polêmicas e assuntos que vão render no senadinho da Praça XV para o restante da semana.

Posts relacionados

Udo nas prévias

Autor

Final de Semana

Autor

Coluna do dia

Autor