Blog do Prisco
Manchete

O governo não está respeitando os militares, dispara APRASC

Aumenta a tensão entre militares e Governo do Estado, que cancelou a reunião com a categoria prevista para essa terça-feira, em mais uma rodada de negociação pela reposição inflacionária.

A Secretaria de Estado da Administração transferiu a reunião para sexta-feira de Carnaval.

O cancelamento gerou a revolta da Associação de Praças de Santa Catarina, APRASC, que deslocou diretores regionais, com custo para a entidade. “Diretores de todas as regiões, como extremo-oeste, viajaram só para acompanhar as negociações. Isso foi um desrespeito com a categoria, que agora reforça ainda mais sua mobilização. Não aceitamos o pacote indecente do governo e vamos lutar por nossos direitos”, destacou o presidente da APRASC, João Carlos Pawlick.

O diretor financeiro, subtenente Pedro Paulo Rezena, reforça as palavras do presidente. “É assim que o governo valoriza o militar?”, questiona.

As negociações com a categoria até agora não avançaram. O governo apresentou 12,5% de reajuste, muito abaixo do que os militares reivindicam.

Posts relacionados

O iminente retorno de Moisés da Silva

Redação

Cosud começa em Florianópolis

Redação

PSL e MDB cruzam o sangue na Capital

Redação